Guia prático de como se virar em um restaurante na Itália sem falar italiano - Parte III, por Giovanna Ferraz Borges

Publicado em 17/08/2017

Nossa colunista de viagens, Giovanna Ferraz Borges, fez uma lista de pratos típicos de cada região da Itália e as uvas locais que você precisa degustar em cada uma delas. Leve a listinha no bolso e não se esqueça de provar essas delícias em sua viagem! Mangia che te fa bene!

Por Giovanna Ferraz Borges

Já conhece o nosso Guia prático de como se virar em um restaurante na Itália sem falar italiano? Na parte I, você encontrará tudo que precisa saber para se dar bem um restaurante na Itália sem passar maus bocados. Na parte II, você pode conferir uma lista dos molhos de massas mais famosos e as pizzas mais pedidas do país. De dar água na boca, né?

Valle D’Aosta (Vale de Aosta)

O Vale de Aosta é a menor região italiana e está localizado no meio dos Alpes. Cercado por algumas das montanhas mais altas da Europa, o Mont Blanc, o Matterhorn e o Monte Rosa, faz fronteira com a Suíça, a França e a região italiana do Piemonte. Destino perfeito para quem quer esquiar ou praticar alpinismo, ou mesmo fazer um roteiro recheado de castelos medievais.

Conheça os pratos típicos da região de Vale de Aosta

Os pratos típicos são quentes e intensos, perfeitos para o clima frio dos Alpes. Não deixe de provar o o La Fontina, o queijo típico da região.

  • Fonduta: uma versão regional do fondue de queijo feito com o La Fontina. Receita.
  • Polenta concia alla Valdostana: polenta feita no forno com o queijo La Fontina. Receita.
  • Carbonada valdostana: carne bovina de longo cozimento com molho de vinho tinto. Receita.

Vinhos típicos da região: procure pelas uvas Petit Rouge e Moscato.

Castelos tradicionais na região italiana do Valle D’osta.

Piemonte

O nome do Piemonte significa, literalmente, “aos pés da montanha”, localização geográfica que influencia tanto no seu clima subalpino quanto o seu idioma, o dialeto piemontês, bastante influenciado pela língua francesa. Ali, se encontram algumas das mais tradicionais regiões vinícolas italianas, onde são produzidos os fantásticos vinhos Barolo, Barbaresco e Barbera.

Os pratos típicos da região do Piemonte

No Piemonte você vai encontrar pratos regionais feitos com ingredientes típicos, como o vinho Barolo e as trufas brancas. É uma das regiões produtoras do queijo Grana Padano.

  • Risotto alla Piemontese: um risoto feito com vinho branco, champignon e queijo Grana Padano.
  • Brasato al Barolo: um braseado de carne bovina assada no forno com molho de vinho Barolo.
  • Vitello tonnato: um antepasto feito de fatias bem finas de carne de vitela servido com um molho à base de atum e aliche.
  • Tajarin al Tartufo Bianco: esse tagliarin é feito com a trufa branca típica da sub região de Alba. Receita.

Uvas típicas da região: não deixe de provar os vinhos de Barbera, Nebbiolo (Barolo e Barbaresco), Dogliani, Moscato d’Asti e Cortese.

Vista da típica paisagem do Piemonte.

Lombardia

Região que fica no norte da Itália, fazendo fonteira com a Suíça e o Piemonte, e riquíssima pelo seu patrimônio arquitetônico romano, medieval e renascentista à beira de belos lagos. Com capital em Milão, a fria Lombardia tem o clima perfeito para a produção do chamado “Champagne da Itália”, o Franciacorta.

Os pratos típicos da região da Lombardia

Os pratos da Lombardia não são considerados os mais sofisticados da gastronomia italiana, mas são conhecidos dos brasileiros de longa data, por terem originado alguns pratos do nosso dia a dia, bastante substanciosos.

  • Cotoletta alla milanese: o bife à milanesa original, feito com carne de vitela empanada e servida com limão.
  • Ossobuco com risoto alla milanese: ossobuco com risoto feito com açafrão, vinho branco e parmesão. Receita do risoto e do ossobuco.
  • Minestrone alla milanese: sopa feita com legumes sazonais cortados em cubos pequenos.

Uvas típicas da região: as mais notáveis são a Pinot Nero, a Chardonnay e a Verdicchio.

Lago di Lecco em Varenna, Lombardia, na Itália.

Trentino-Alto Ádige

Trentino fazia parte do Tirol, na Áustria, e foi anexada pela Itália após a 1º Guerra Mundial. Região extremamente montanhosa, é dividida entre duas sub regiões administrativas, uma falante de italiano, outra de alemão. Trento é a cidade que mais recebe turistas interessados em passear pelos seus castelos e praças medievais.

Os pratos típicos da região de Trentino

Você não pode deixar de experimentar o speck, presunto cru típico da região, e os pratos que mesclam a cultura italiana com a do Tirol.

  • Canederli: o prato típico tirolês é feito com bolinhas de pão com speck e cozidas em uma sopa.
  • Speck: presunto cru típico da região, levemente defumado.
  • Carne salada trentina: carne bovina salgada e curada à moda de Trento, com vinagre de vinho tinto.

Uvas típicas da região: Lagrein, Peverella, Teroldego e Gewürztraminer.

A Cortina D’ Ampezzo, cadeia de montanhas dos Alpes italianos em Dolomites, região italiana de Trentino Alto Adige.

Friuli-Venezia Giulia (Friul-Veneza Júlia)

A região é limitada a norte pela Áustria, a sul e a leste pela Eslovênia e a oeste pela região italiana do Vêneto. Além do italiano, a língua friulana é o dialeto local. Não deixe de conhecer a capital Trieste e a histórica cidade Údine (antiga capital da região).

Os pratos típicos da região de Friuli-Veneza Giulia

Como a região é banhada pelo Mar Adriático, seus pratos principais são pescados e frutos do mar.

  • Nero di Seppia: pescado com tinta da lula acompanhada de spaghetti ou polenta.
  • Sarde in Saor: um prato frio de sardinhas fritas e conservadas no molho de cebolas refogadas.
  • Baccalá Mantecato: um antipasto feito de creme de bacalhau para ser consumido com polenta ou pão.
  • Taglioli al san daniele

Uvas típicas da região: Merlot e Friulano.

A Cividale del Friuli, na região italiana de Friuli-Venezia Giulia, e sua icônica Devil’s Bridge.

Vêneto

Terra das famosas cidades de Veneza e de Verona, berço de Romeu e Julieta. O Vêneto é conhecido por um dos mais famosos espumantes italianos, o Prosecco, além dos seus icônicos Amarones della Valpolicella.

Os pratos típicos da região do Vêneto

  • Mandolate: tipo de torrone feito de amêndoas, pasta de caramelo e ovos, especialidade de Verona.
  • Cozido de Cavallo: carne de cavalo cozida por sete horas em fogo lento. Costuma ser acompanhado de polenta cremosa.
  • Bigoli com molho de pato: massa ao molho de pato com calda feita a partir do cozimento da ave.

Uvas típicas da região: Rondinella, Molinara, Corvina, Glera e Garganega.

Verona, a cidade de Romeu e Julieta, fica no coração do Vêneto.

Emilia-Romagna

É a região da cidade de Bolonha, a capital gastronômica da Itália, onde se originou o termo bolonhesa. Outras boas sugestões para os amantes de boa culinária são as cidades de Parma, de onde vem o famoso presunto de parma, e Módena, onde fica o famoso restaurante Osteria Francescana, comandado pelo chef Massimo Bottura e que conquistou três estrelas Michelin.

Os pratos típicos da região de Emilia-Romagna

É de Emilia-Romagna que saem os premiados queijos Parmigiano Reggiano (um queijo tipo parmesão) e o Provolone Valpadana, e os acetos balsâmicos.

  • Zuppa imperiale: pequenos quadrados de farinha, Parmigiano Reggiano, manteiga, ovos, noz-moscada, servidos em caldo de carne ou de galinha.
  • Lasagna al ragù alla bolognese: lasanha com molho ragu e molho bechamel (à base de manteiga, farinha e leite).
  • Valigini: carne moída temperada com noz moscada envolvida em folha de repolho, semelhante aos charutos de repolho.

Uvas típicas da região: Trebbiano e Sangiovese.

Antigas ruas da cidade de Parma, na região italiana de Emilia-Romagna.

Ligúria

Banhada pelo Mar Mediterrâneo, possui os balneários mais famosos do país, entre as quais – próximo a La Spezia – as famosas Cinque Terre constituídas de cinco cidades marítimas de Corniglia, Manarola, Monterosso al Mare, Riomaggiore e Vernazza. Além disso, Ligúria é a região onde fica a bela cidade de Gênova.

Os pratos típicos da região de Ligúria

A gastronomia da região é principalmente à base de peixes, frutos do mar e massas secas. Culinária típica mediterrânea com um toque do azeite regional.

  • Focaccia col formaggio di Recco: pão estilo focaccia da cidade de Recco, feita com farinha manitoba e recheada com queijo fresco cremoso.
  • Stoccafisso accomodato alla genovese: bacalhau fresco preparado com anchovas, tomate, batata, azeitonas, pinoli, uva passa, vinho branco e ervas diversas.
  • Minestrone genovese con pesto: sopa de verduras com arroz, feijão verde, repolho, abobrinha, espinafre, berinjela, queijo ralado e colheres de molho pesto por cima.

Uvas típicas da região: Vermentino e Rossese.

Manarola é um dos cinco vilarejos de Cinque Terre, na Liguria.

Toscana

A Toscana é lar de alguns dos maiores vinhos da Itália – entre eles, o Brunello di Montalcino e o Chianti Classico – e ostenta, sem dúvidas, algumas das paisagens mais bonitas do país europeu. É entre Siena e Florença que estão as principais vinícolas da região.

Os pratos típicos da Toscana

A gastronomia da Toscana é variada, vai de massas e carnes até sobremesas. A massa típica da região é o pappardelle acompanhado de carnes de caça, como o javali e o coelho. O queijo tradicional é o pecorino, feito de leite de ovelha. O presunto é o Prosciutto Toscano DOP.

  • Pappardelle al ragu di cinghiale: massa com molho de tomate com de carne de javali.
  • Bistecca alla fiorentina: bife de cinco centímetros mal passado feito na grelha ou na brasa, e acompanhada de batatas. Receita.
  • Cacciucco: sopa de peixes, crustáceos, moluscos e polvo.

Uvas típicas da região: Sangiovese, Cabernet Sauvignon, Canaiolo, Merlot e Vermentino.

Paisagem típica da região da Toscana.

Marche

Região espremida entre o Mar Adriático e os Montes Apeninos, Marche é conhecida pelos seus terremotos violentos e por ter sido um dos centros do renascimento italiano, terra natal de muitos dos seus gênios.  Com rico patrimônio histórico, artístico e cultural, o centro histórico de Urbino foi declarado Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco.

Os pratos típicos da região de Marche

A gastronomia de Marche é conhecida por seus vinhos Verdicchio, pelas as azeitonas à ascolana e os caldos e ensopados de peixe.

  • Brodetto di Pesce: ensopado de peixes e mariscos ao molho sugo.
  • Passatelli di Urbino: massa preparada em forma de sopa que recebe legumes, vegetais, carne de vitelo e queijo Parmigiano.
  • Scroccafusi marchigiani: bolinho de açúcar com raspas de limão e licor.

Uvas típicas da região: Verdicchio, Sangiovese e Montepulciano.

Cidade medieval de Treia, Macerata, em Marche.

Úmbria

A Úmbria é uma região montanhosa no coração da Itália, cortada pelo rio Tibre e possui muitos lagos. Com capital em Perugia (ou Perúsia), é uma terra pouco explorada pelos turistas, embora de excepcional beleza. Excelente opção para quem é apaixonado por gastronomia, na capital você consegue visitar restaurantes que servem refeições completas – com vinho – por apenas alguns euros. E não se espante se seu vinho for servido em copo como o de água.

Os pratos típicos da região de Úmbria

A culinária local é à base de azeite de oliva extra virgem, trufas negras (tartufo nero), peixes de água doce, lentilhas e as carnes de caça dos seus bosques, como coelhos, porcos selvagens e javalis.

  • Serpentone delle monache: bolo tipo rocambole feito com ameixas, figos secos, passas, amêndoas e nozes
  • Cinghiale Salsiccie: linguiça de javali preparada com uma mistura de uvas e vinho Sangiovese.
  • Lenticchie di Castelluccio: sopa de lentilha típica da região, que leva a linguiça de javali.

Uvas típicas da região: Sagrantino e Grechetto.

Antiga cidade de Assisi, na Umbria.

Abruzzo

Na porção central da bota, Abruzzo é recheada de burgos medievais onde você pode se sentir viajando para o passado. Ali fica a cidade de Áquila, um dos maiores patrimônios culturais da região, e que foi devastada por um terremoto em 2009. Se você for incluir Abruzzo em seu roteiro, não deixe de visitar Castel del Monte e Scanno, considerados dois dos burgos mais bonitos da Itália.

Os pratos típicos da região de Abruzzo

  • Agnello all’uovo e limone: carne de cordeiro empanada e cozida em caldo de carne e vinho branco. É servida com molho de limão e gema de ovos.
  • Porchetta alla Teramana: carne de porco, parecida com o nosso leitão à pururuca, servido com batatas ou pão
  • Torrone: doce à base de clara de ovo e açúcar. Normalmente, amêndoas ou pistache são colocados no meio da massa.

Uvas típicas da região: Montepulciano e Pinot Grigio.

Vilarejo de Tagliacozzo, na província de Áquila, em Abruzzo.

Lazio (Lácio)

A região de Lácio estende-se da cordilheira dos Apeninos, espinha dorsal da península itálica, ao mar Tirreno. É onde fica Roma, antiga capital do Império Romano e atual capital federal da Itália. Roma é uma cidade moderna onde você poderá encontrar os mais variados tipos de entretenimento – de passeios culturais a vida noturna, e restaurantes com gastronomias de todos os lugares do mundo. No entanto, é possível ainda encontrar os pratos típicos dessa antiga região.

Os pratos típicos da região de Lácio

  • Bucatini all’amatriciana: massa com molho de tomate, pedaços de guanciale (tipo de bacon regional), queijo parmesão e pecorino e vinho seco.
  • Coda alla vaccinara: rabo de boi cozido em molho de tomate e salsão.
  • Saltimbocca alla romana: bife de vitela com presunto por cima e folha de sálvia.
  • Cacio e pepe: o molho tradicional é a base de queijo parmesão e pimenta preta.

Uvas típicas da região: Canaiolo e Malvasia.

O Coliseu, em Roma, região de Lazio.

Molise

Molise fica voltada para o Mar Adriático, bastante agrícola e pouco povoada. Tem como capital a cidade de Campobasso e é pontilhada por pequenos vilarejos onde a principal atividade é o pastoreio de cabras.

Os pratos típicos da região de Molise

Em Molise, você encontra uma culinária rica em pratos com peixes e frutos do mar, além das carnes de cordeiro e ovelha.

  • Brodetto: ensopado italiano de peixes, frutos do mar e verduras.
  • Torcinelli: intestino de cordeiro com queijo envolto de fígado de cordeiro.
  • Scapesce: peixe frito marinado com vinagre e açafrão.

Uvas típicas da região: Aglianico e Pinot Grigio.

Região de Campobasso, em Molise, na Itália.

Puglia (Apúlia)

A Puglia é uma região no sul da Itália conhecida por seus vinhos rústicos e pelos pratos tradicionais da culinária italiana que, no Brasil, conhecemos como as receitas clássicas de nossas “mammas” e “nonnas”. Não deixe de privar o queijos regional, o Caciocavallo.

Os pratos típicos da região de Puglia

  • Panzerotto: pizza fechada feita com massa de pão mais macia. Os recheios mais comuns são de tomate e mussarela e cebolas com anchovas e alcaparras.
  • Orecchiette con cime di rapa: massa com folhas de nabo e anchovas. Receita.
  • Polpetone: carne de vitela, bovina ou suína recheadas de queijo e cobertas com molho de tomate. Receita.

Uvas típicas da região: Negroamaro, Primitivo e Nero d’Ávola.

Polignano a Mare, cidade na prinvíncia de Bari, na Puglia.

Campania (Campanha)

A antiga colônia grega de Campanha tem como principais pontos turísticos o Vulcão Vesúvio e Nápoles, a maior cidade do sul da Itália. Região de clima agradável e de praias belíssimas que recebem muitos turistas. Visita obrigatória são as ilhas do Golfo de Nápoles Capri, Ísquia e Prócida  e a costa de Sorrento.

Os pratos típicos da região de Campanha

  • Paccheri: massa com molho de camarão, lula, abobrinha, aspargos ou recheado com ricota com molho de carne.
  • Frittatina: bolinho frito de macarrão misturado presunto, ervilhas, queijo e molho branco.
  • Struffoli: uma sobremesa típica napolitana. São bolinhas de massa crocante fritas em óleo e banhadas em mel quente.

Uvas típicas da região: Aglianico, Fiano e Piedirosso.

Costa Amalfitana ou Costa de Amalfi, na Província de Salerno, na Campanha.

Basilicata

A cidade de Matera é o principal ponto turístico com suas sassi, casas escavadas nos rochedos, que se tornaram Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Não podemos esquecer das lindas praias da cidade de Maratea.

Os pratos típicos da região de Basilicata

  • Strascinati al ragù di salsiccia: massa com molho de carne de porco.
  • Ciambotta: semelhante ao ratatoullie francês, uma série de legumes e flores cortados e refogados em um caldo, até ficarem al dente.
  • Bocconotti: massa folhada recheada com mel, creme de avelã e chocolate.

Uvas típicas da região: Syrah e Moscato.

Matera, em Basilicata, na Itália: paisagem na cidade velha (sassi di Matera).

Calabria (Calábria)

Ao sul de Nápoles, a Calábria é separada da Sicília – maior ilha do Mar Mediterrâneo – pelo estreito de Messina. De lá, chegaram até nós as versões dos pratos calabreses, de onde se originou a palavra calabresa. Os pratos tradicionais levam carne de porco temperada com cebola, a linguiça calabresa e a pimenta calabresa. Alem da carne, com frequência levam berinjela, cebola, azeitona e louro como ingredientes.

Os pratos típicos da região de Calabria

  • Parmigiana di melanzane alla calabrese: uma versão calabresa da parmigiana de Milão, é uma berinjela à parmegiana com linguiça calabresa tradicional.
  • Murseddu: empada recheada de carne, banha de porco, fígado de vitela e molho de tomate.
  • Capocollo di Calabria: embutido tradicional de linguiça calabresa, que é servida acompanhada de cebolas, maçãs, cogumelos, castanhas e batatas.

Uvas típicas da região: Magliaocco e Greco.

A península de Tropea, na Calábria.

Sicilia (Sicília)

A Sicília é a maior ilha do mediterrâneo, separada da Itália apenas pelo Estreito de Messina, e possui uma forte tradição com os fermentados de uva. O vinho começou a ser produzido na região ainda no século VIII antes da era comum, quando chegaram em sua costa os primeiros gregos com a intenção de construir colônias.

Os pratos típicos da região de Sicilia

  • Caponata: prato à base de berinjelas, alcaparras, salsão, azeitonas e pinhão, refogado em molho de tomate agridoce.
  • Couscous di Pesce: couscous com caldinho e pedaços de peixe.
  • Sarde a Beccafico: sardinhas assadas recheadas com farinha, pignoli, anchovas e passas.

Uvas típicas da região: Nero d’Avola e Cataratto Bianco.

Vista da Ilha da Sicília, no sul da Itália.

Sardenha

A ilha italiana é considerada uma região autônoma da Itália. Conhecida pelas praias paradisíacas e destino de verão no mediterrâneo europeu, tem um dos litorais mais belos do continente: águas límpidas dos mais variados tons de azul e de esmeralda e temperatura maravilhosa no verão.

Os pratos típicos da Sardenha

Os pratos mesclam a cultura camponesa com os pescados e frutos do mar do litoral, além do queijo pecorino, vindo das grandes regiões de pastoreio do interior.

  • Bottarga di muggini: ovas de tainha, maturadas de três a quatro meses até se transformarem em uma massa seca e firme, cortadas em fatias.
  • Pomodori ripieni: tomates recheados com queijo pecorino, pão ralado, noz moscada e azeite.
  • Porchetto: leitão assado temperado com ervas aromáticas, colocado em espetos de madeira perfumada.

Uvas típicas da região: Cannonau e Vermentino.

Costa Paradiso, na Ilha de Sardenha, Itália.

 

Apaixonada por viajar, a jornalista Giovanna Ferraz Borges é uma verdadeira colecionadora de carimbos em seu passaporte. Depois de viver em São Paulo, Londres e em Lyon, escolheu Montreal como a sua segunda cidade – mas faz questão de dizer que o mundo é o seu lar. Aqui, na Revista Digital da Grand Cru, assina a coluna Aperte os Cintos, com as melhores dicas de turismo!

Esta matéria fala sobre: Aperte os cintos

Matérias relacionadas:

Harmonizações de pratos típicos da Puglia, região do sul da Itália

Continue lendo

Conheça os cinco B’s da Itália: Barolo, Barbaresco, Barbera, Brunello e Bolgheri

Continue lendo

Não confunda essa uva com a cidade toscana, por Didú Russo

Continue lendo