Vinho e queijo ou queijo e vinho?, por Vinho do Bom

Publicado em 25/07/2017

Será que existe combinação melhor do que vinho, queijo e inverno? Confira as dicas do Vinho do Bom para aproveitar a estação para conhecer os diferentes tipos de queijo e saber onde comprá-los sem medo.

Por Vinho do Bom

Queijo, vinho e inverno. Nós aqui, do Vinho do Bom, estamos seriamente em dúvida se existe combinação mais sensacional do que essa. O fato é que amamos queijo. Amamos queijo porque combina com vinho. Sabe aqueles casais que têm um monte de coisas em comum e formam o par perfeito? São o vinho e o queijo – eles dão “match”!

Assim como o vinho, o queijo tem terroir. O leite é resultado da pastagem que os animais comem e adquire os sabores do solo e do clima de cada local, por isso traz as características herbáceas e minerais da região. Apesar de virem de famílias diferentes, vinhos e queijos têm o mesmo tipo de personalidade – os dois foram feitos para ser saboreados aos poucos. Um é degustado em pequenos goles e o outro, em pedacinhos.

Pode-se comer o queijo sem frescura, com a ponta dos dedos. Em nossa opinião, vinho não é diferente. A maior parte da diversão é o prazer de degustar e dividir o bom momento com quem a gente gosta, sem formalidades.

O queijo é um dos produtos mais marcantes da cultura brasileira. O Queijo Minas artesanal foi declarado Patrimônio Imaterial Nacional pelo Instituto de Patrimônio Histórico Nacional (IPHAN). Existem até queijos brasileiros que foram premiados na França – a terra dos queijos mais famosos do mundo. Entre 700 competidores de 20 países, 11 queijos produzidos em Minas Gerais foram premiados no Salão Mundial do Queijo.

Vamos descobrir o universo dos queijos?

A gente selecionou lugares mais que especiais em São Paulo para você explorar sabores e combiná-los com os vinhos.

Fizemos um infográfico de harmonização que é o próprio mapa da felicidade. Afinal, para cada tipo de queijo existe um tinto, branco, Champagne ou espumante que casa perfeitamente com ele (saiba mais sobre harmonização de queijos e vinhos no guia completo).

A Queijaria

Primeira loja do Brasil especializada em queijos artesanais 100% brasileiros. Tem mais de 180 tipos de queijos, de 50 produtores de 10 estados diferentes.

Serviço
Endereço: Rua Aspicuelta, 35 – Pinheiros – São Paulo, SP.
Telefone: (11) 3812-6449
Horário de funcionamento: de segunda-feira a sábado, das 9h às 20h
aqueijaria.com.br

Mestre Queijeiro

Quando Bruno Cabral, Mestre Queijeiro, questionou a falta de divulgação da tradição queijeira no Brasil, fundou a casa que vende somente queijos nacionais e valoriza produtores locais.

Serviço
Endereço: Rua Simão Álvares 112 – Pinheiros – São Paulo, SP.
Telefone: (11) 2369-1087
Horário de funcionamento: de segunda-feira a sábado, das 10h às 20h
mestrequeijeiro.com.br

Dëlika

No box do Mercado de Pinheiros, o chef Bruno Alves oferece de queijo cremoso com ervas da Provence a queijo Canastra defumado.

Serviço
Endereço: Mercado de Pinheiros – Rua Pedro Cristi 89, box 6-7 – Pinheiros – São Paulo, SP.
Telefone: (11) 3032-3536
Horário de funcionamento: de segunda-feira a sábado, das 8h às 20h

Queijo canastra defumado na casca de catuaba: vem provar! Estamos abertos até 20h

A post shared by Dëlika (@delikasp) on

Boutique Gioia

A marca tem mais de 60 anos de história e abriu uma loja para facilitar a vida dos paulistanos. Queijos, mussarela de nozinho e ricotas fresquinhos, direto da fabrica.

Serviço
Endereço: Av. Professor Alfonso Bovero 474 – Perdizes – São Paulo, SP.
Telefone: (11) 3871-2047
Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 19h30; e de sábado, das 8h às 16h
laticiniosgioia.com.br

La Bufalina

Além da mussarela de búfala, a casa fundada por italianos tem ricota, manteiga, burrata. Tudo de leite de búfala, claro.

Serviço
Endereço: Rua Conselheiro Brotero 1080 – Higienópolis – São Paulo, SP.
Telefone: (11) 5051-3318
Horário de funcionamento: de terça-feira à sábado, das 8h às 20h; e de domingo, das 9h às 14h
labufalina.com.br

Espetinhos de Salame, tomatinho e mozzarella mergulhados em pesto de manjericão.

A post shared by LaBufalina (@la_bufalina) on

Mapa da felicidade: harmonizando queijos e vinhos

Queijos cremosos e moles: vinhos frescos, frutados e de corpo leve

Queijos Minas frescal, queijo Brie, queijo Camembert, mussarela de búfala: Chardonnay

Queijos duros, como os do tipo Parmesão: vinhos mais encorpados, como Malbec e Cabernet Sauvignon

Queijo Gruyère, Gouda e Provolone: Merlot e Syrah

Queijos maturados: vinhos de médio corpo e com mais complexidade aromática, como Barolo

Queijo Maasdam e Emmental: Pinot Noir, Chianti e espumante Brut

Queijos azuis, como Roquefort e Gorgonzola: vinhos de colheita tardia e fortificados, como o Vinho do Porto

 

Alessandra e Ranimiro Lotufo são os nomes que estão por trás do Vinho do Bom, blog de vinho com ambiente descontraído e bem humorado. E é exatamente por isso que estão aqui, na Revista Digital da Grand Cru, compartilhando a experiência com os pequenos prazeres ao redor de uma taça de vinho. Acompanhe e divirta-se!

Esta matéria fala sobre: Queijos Vinho do Bom

Matérias relacionadas:

Guia de harmonização para uma noite de queijos e vinhos

Continue lendo

7 motivos para você amar o inverno (com vinho!), por Vinho do Bom

Continue lendo

3 restaurantes orgânicos para conhecer em São Paulo, por Paola Perroti

Continue lendo

Merlot: uma das castas mais elegantes, por Didú Russo

Continue lendo

Como degustar um vinho – parte I, por Daniella Romano

Continue lendo

“Qual é o melhor vinho para festas e eventos?”, por Daniel Perches

Continue lendo