Guia de viagem: como transportar vinhos no avião, por Giovanna Ferraz Borges

Publicado em 15/09/2017

Viajar e voltar para casa com a mala vazia é uma missão praticamente impossível. Ao conhecermos um novo destino, temos o desejo de não só aprender uma nova cultura mas também de comprar os produtos locais. Entretanto, nem sempre o que queremos trazer de lembrança é fácil de transportar, como, por exemplo, garrafas de vinho. Confira as minhas dicas!

Por Giovanna Ferraz Borges

Se você for para a Califórnia, África do Sul ou alguns países da América do Sul e Europa, dificilmente voltará sem uma garrafa de vinho – afinal, eles são parte das memórias mais gostosas da viagem. Porém, ninguém quer chegar ao Brasil com as garrafas quebradas ou barradas pela Receita Federal, não é mesmo?

Confira este guia prático sobre como transportar garrafas de vinho em viagens nacionais e internacionais, incluindo dicas e regras que você precisa seguir.

Tim-tim!

Transportar garrafas de vinho na bagagem de mão

Em voos entre Brasil e outros países da América do Sul, o passageiro pode levar até cinco litros de bebida alcoólica na bagagem de mão (se cada garrafa de vinho tem 750 mL, é permitido levar até seis unidades). As garrafas precisam estar devidamente lacradas, além de ter teor alcoólico inferior a 70%. Ao transportar as garrafas como bagagem de mão, é importante ficar atento ao peso – se ultrapassar o permitido pela companhia aérea, pode resultar em um custo extra ao embarcar. Recomenda-se que as garrafas de vinho sejam devidamente protegidas e envoltas em sacolas de plástico, no caso de virem a quebrar.

Em voos internacionais vindos de fora da América do Sul, não é permitido transportar nenhum tipo de líquido com volume maior  a 100 mL (isso vale também para maquiagens, itens de higiene e remédios). Portanto, se o passageiro incluir qualquer produto acima de 100 mL, esse item será barrado. Fique esperto para não ter que se desfazer das suas garrafas de vinho!

Transportar garrafas de vinho na bagagem despachada

Em voos nacionais, não há limite de número de garrafas, mas é preciso estar atento ao peso da mala para não exceder o permitido pela companhia aérea e ter que pagar um valor adicional (ou pior, ter que deixar algumas garrafas para trás).

Para os voos internacionais, o limite de transporte é 12 litros de bebida alcoólica por pessoa – o equivalente a 16 garrafas de vinho de 750 mL. De qualquer modo, assim como nos voos nacionais, é recomendado prestar atenção no peso da mala.

Dica: se conseguir trazer as 16 garrafas, tente variar os rótulos para que, caso seja parado na alfândega, não tenha nenhum problema como ser qualificado como contrabandista ao entrar no Brasil.

Pode despachar os vinhos em caixas em vez de colocar dentro de malas?

Sim, é permitido despachar uma caixa de bebidas separada, porém este volume vai contar como uma bagagem comum. Se preferir, distribua as garrafas – devidamente protegidas conforme as dicas que dou abaixo – em meio às roupas nas diversas bagagens que for despachar.

Comprando vinhos no Duty Free

É admissível comprar mais 24 garrafas de bebidas alcoólicas no Duty Free ao desembarcar no Brasil – claro, se essas 24 garrafas não ultrapassarem o limite de US$ 500 de compras permitido por pessoa. Vale lembrar que as bebidas que comprar do Duty Free precisam estar embaladas, dentro da sacola da loja e acompanhadas das notas fiscais do dia do voo.

Cuidados com o transporte das garrafas de vinho durante o voo

  • Proteja as garrafas com tecidos e roupas mais grossas, como casacos ou calças jeans
  • Se puder, embale com papel bolha ou fraldas descartáveis para evitar que os rótulos quebrem ou vazem durante a viagem
  • Nunca coloque as garrafas nas laterais das malas. Tente colocar no meio da mala, entre as peças de roupas
  • Ao comprar o vinho, verifique se a loja não possui uma embalagem especial para o transporte
  • Se comprar a garrafa no início da viagem, tente manter em uma temperatura ideal até embrulhar e colocar na mala. Esse cuidado pode evitar que o vinho estrague durante o período.

Embalagens especiais para transportar as garrafas em viagens

Você sabia que hoje em dia existem embalagens e malas especiais para transportar bebidas? A Wine Fit, por exemplo, possui modelos de bagagens que transportam até 12 garrafas de vinho. Elas têm uma tecnologia anti-impacto que protege os rótulos, além de mantê-los em uma temperatura ideal. Já a The Jet Bag é uma embalagem revestida com material absorvente semelhante às fraldas descartáveis que protegem as garrafas dos impactos dentro da mala. A grande vantagem da The Jet Bag é que são mais largas e cabem também outros tipos de bebidas, diferentemente da Wine Skin, um recorte de plástico bolha especialmente desenvolvido para o transporte de garrafas de vinho.

Apaixonada por viajar, a jornalista Giovanna Ferraz Borges é uma verdadeira colecionadora de carimbos em seu passaporte. Depois de viver em São Paulo, Londres e em Lyon, escolheu Montreal como a sua segunda cidade – mas faz questão de dizer que o mundo é o seu lar. Aqui, na Revista Digital da Grand Cru, assina a coluna Aperte os Cintos, com as melhores dicas de turismo!

Esta matéria fala sobre: Aperte os cintos

Matérias relacionadas:

5 dicas para viajar gastando pouco, por Renata Serrano

Continue lendo

11 pontos turísticos para conhecer em Santiago, no Chile

Continue lendo

5 destinos de vinho imperdíveis que você precisa conhecer

Continue lendo

As 7 adegas mais inspiradoras do mundo, por Giovanna Ferraz Borges

Continue lendo

5 hotéis com lareira para aproveitar o inverno no Brasil, por Giovanna Ferraz Borges

Continue lendo

7 praças para tomar uma taça de vinho na Europa, por Giovanna Ferraz Borges

Continue lendo