7 praças para tomar uma taça de vinho na Europa, por Giovanna Ferraz Borges

Publicado em 08/09/2017

A menos de 15 dias do outono no hemisfério norte, a Grand Cru anuncia a última chamada para curtir o calor na Europa. Nessa matéria especial, você confere 7 praças no continente para curtir o verão e tomar uma deliciosa taça de vinho.

Por Giovanna Ferraz Borges

A Europa é um continente incrível com muita história, cultura e gastronomia. Passear pelas ruas dos países é encontrar estátuas, prédios com antigas arquiteturas, restaurantes tradicionais e muitas atrações imperdíveis. O verão é a estação mais popular da Europa onde o sol se põe quase 10 da noite e as temperaturas sobem, deixando tudo ainda mais belo!

1. Piazza de San Marco, Veneza, Itália

A praça é uma das mais famosas e bonitas do mundo. É lá que a Basílica de San Marco, catedral com cinco cúpulas de estilo bizantino, e o Palazzo Ducale se encontram. Uma curiosidade é que os cavalos de bronze no topo da igreja foram trazidos do Hipódromo de Constantinopla, atual Istambul – os originais estão no interior da Basílica e os externos são apenas cópias. Para os fãs de altura, a torre do campanário possui uma das vistas mais bonitas da cidade. É do Grand Canal, perto da praça, que saem muitas das famosas gôndolas e passeios por Veneza e suas ilhas ao redor.

Onde tomar uma taça de vinho? O Caffè Florian (www.caffeflorian.com) é a cafeteria mais antiga da Itália, fundado em 1720. O local possui mesas ao ar livre na Praça San Marco, mas o luxo todo é em seu interior. O café é dividido em várias salas e uma pequena orquestra se encarrega da música. A sugestão é pedir o Cabernet Sauvignon Florian D.O.C ou o Merlot Florian D.O.C, os vinhos tintos que são especialidades da casa. Para os brancos, vá de Pinot Grigio delle Venezie Florian I.G.T.

2. Grand-Place, Bruxelas, Bélgica

Considerada patrimônio mundial pela Unesco, a Grand-Palace já esteve no topo entre as praças mais bonitas do mundo. O prédio mais importante do local é a Prefeitura de Bruxelas, com seus impressionantes 96 metros de altura, construída entre 1402 e 1455. É possível visitar o edifício e fazer um tour pelas suas grandes obras de arte. Outro prédio importante é a Casa do Rei onde hoje fica o Museu da Cidade de Bruxelas. A Grand-Place é o centro de vida comercial de Bruxelas e é ali que você encontra os famosos waffles, batatas fritas e chocolates.

Onde tomar uma taça de vinho? O restaurante La Chaloupe d’Or (www.chaloupedor.be) fica bem na Grand-Place, em um prédio antigo onde se localizava uma empresa de alfaiates. O local serve pratos tipicamente belgas em um cenário único da melhor vista da praça. Para vinhos brancos, peça o Los Boldos Chardonnay e para rose ou tinto, vá de Château la Gordonne AOC. Aos fãs de cerveja, não deixe de ver a carta do restaurante  – são mais de 20 rótulos disponíveis.

ʙʀᴜssᴇʟs, ʙᴇʟɢɪᴜᴍ 🇧🇪 ᴊᴜɴᴇ2015 📍sᴛᴀʀʙᴜᴄᴋs ɢʀᴀɴᴅ ᴘʟᴀᴄᴇ.

A post shared by KUA NAMSAENG (@kuanamsaeng) on

3. Rynek Glowny, Cracóvia, Polônia

Conhecida como Praça do Mercado, a Rynek Glowny, é a maior praça da Europa, declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco. O Sukiennice, o Grande Salão das Guildas, é um enorme prédio onde se pode encontrar lojas de souvenires e lembrancinhas. Outro monumento importante é a Basílica de Santa Maria, conhecida como Kosciol Mariacki. O seu exterior não chama atenção, mas o seu interior é repleto de cores, capelas e esculturas. O Barbican, a torre da cidade, também vale a visita, já que era o prédio principal que defendia a cidade.

Onde tomar uma taça de vinho? O Dobra Kasza Nasza (www.dobrakaszanasza.pl) é um dos principais restaurantes da Rynek Glowny. O local serve comida típica polonesa e já ganhou diversos prêmios de excelência. Se a opção for vinho branco, peça o Seya, Słońce i Wiatr. Se a opção for tinto, prove o Cabru, Słońce i Wiatr. Ambos os rótulos são produzidos na Polônia e combinam com os pratos da casa.

#happiness is a choice #weekend #chillout #krakow

A post shared by Renata Gaska (@reni_gaska) on

4. Staroměstské náměstí, Praga, República Tcheca

A Staroměstské náměstí, mais conhecida como Praça da Cidade Velha, é o ponto central de Praga. A praça é dominada Igreja de São Nicolas e pelas torres góticas da igreja Nossa Senha de Týn. É nela também que o prédio da velha Prefeitura de Praga se localiza, além do famoso Relógio Astronômico que faz uma apresentação única com bonecos na chegada de cada hora. Em seu centro há o Monumento a Jan Hus, líder religioso acusado de heresia e queimado pela Igreja Católica durante a Idade Média.

Onde beber uma taça de vinho? O restaurante Staromestská (www.staromestskarestaurace.cz) fica em uma casa medieval na Praça da Cidade Velha e é um dos mais tradicionais de Praga. Durante as estações quentes, o local dispõe mesas pela calçada, criando uma bela vista para todos os monumentos ali existentes. O local serve a típica gastronomia tcheca e possui muitos rótulos do país. A sugestão é pedir o branco Riesling ou o tinto Zweigeltrebe.

Old town square, Prague #canon6d #on1pics #instagood #instadaily #photooftheday

A post shared by Mickey Pullen (@mfpixs) on

5. Place de la République, Paris, França

Antigamente chamada de Place du Château-d’Eau, a Place de la République foi palco de importantes manifestações populares e foi a antiga entrada de Paris no século 12. O seu nome mudou em homenagem à terceira república francesa, em 1879.  Em seu centro, há o O Monumento à República, um conjunto de estatuetas projetado pelos irmãos Morice que representa uma alegoria da República repousando sobre as estátuas que representam a Liberdade, Igualdade e Fraternidade, os lemas do país.

Onde beber uma taça de vinho? O Café Republique (www.cafe-republique.com) é um dos mais tradicionais da praça. No coração de Paris, a atmosfera criada é uma mistura entre o barroco e moderno com um terraço que dá vista direta para O Monumento à República. Aos amantes de vinhos branco e rose, o Petit Chablis AOC Courthaut e o Côtes de Provence AOC Minuty são as boas pedidas. Para o tinto, vá de Bordeaux AOC Château Roquefort.

6. Trafalgar Square, Londres, Inglaterra

A praça se situa bem no centro de Londres e celebra a Batalha de Trafalgar, guerra na qual a marinha britânica venceu as tropas da França. Em seu núcleo, a Coluna de Nelson chama atenção pela sua altura. A estátua é uma homenagem ao Almirante Nelson que liderou a Royal Navy na Espanha. Além da escultura, a praça possui duas grandes fontes e fica em frente à National Gallery, um dos museus mais visitados do mundo. A Trafalgar Square é palco dos principais eventos da cidade, incluindo a première do último filme da série Harry Potter.

Onde beber uma taça de vinho? O The National Café (www.peytonandbyrne.co.uk/the-national-cafe) se localiza dentro da National Gallery e é um dos restaurantes mais elegantes de Londres. O menu é uma mistura da gastronomia inglesa e europeia, resultando em combinações únicas e sofisticadas. Para o vinho branco, sugerimos o Sauvignon Blanc Petit Clos da Nova Zelândia. Para o tinto, o `Ink’ Zweigelt/Laurent/Pinot Noir da Áustria.

7. Plaza Mayor, Madri, Espanha

A Plaza Mayor de Madri foi placo de touradas, procissões da Inquisição espanhola, execuções e missas da igreja com a coroa. É o centro gravitacional da cidade e tudo gira em torno da praça. A vida cívica, os mercados e mesmos os prédios do governo se encontram na Plaza Mayor. A praça possui formato retangular e possui uma estátua de Filipe III, um dos Reis da Espanha, em seu cavalo no centro. A maioria dos grandes comércios se concentra ali, por isso, é fácil encontrar restaurantes, lojas e cafés ao redor.

Onde beber uma taça de vinho? O CasaMaría (www.casamariaplazamayor.com) é um restaurante único no Plaza Mayor. O restaurante equilibra a antiga e a moderna cozinha espanhola e faz combinações de pratos inspirados em artes e arquitetura. Vá de Enate Chardonnay Somontano, se quiser vinho branco e de Rámon Bilbao Rioja, se quiser vinho tinto.

Apaixonada por viajar, a jornalista Giovanna Ferraz Borges é uma verdadeira colecionadora de carimbos em seu passaporte. Depois de viver em São Paulo, Londres e em Lyon, escolheu Montreal como a sua segunda cidade – mas faz questão de dizer que o mundo é o seu lar. Aqui, na Revista Digital da Grand Cru, assina a coluna Aperte os Cintos, com as melhores dicas de turismo!

Esta matéria fala sobre: Aperte os cintos

Matérias relacionadas:

5 hotéis com lareira para aproveitar o inverno no Brasil, por Giovanna Ferraz Borges

Continue lendo

O que é, afinal, carne de caça?, por Giovanna Ferraz Borges

Continue lendo

As 7 adegas mais inspiradoras do mundo, por Giovanna Ferraz Borges

Continue lendo