Forcallà: uma uva de Valencia que foi salva da extinção, por Didú Russo

Publicado em 21/11/2017

De cor clara, este tinto original de Valencia na Espanha, tem muita elegância, já no nariz mostra bastante floral e seduz a beber. Na boca é muito elegante e macio, tem potência embora sua cor não sugira, no visual, por seus antocianos discretos lembra um pouco os Nebbiolo ou os Pinot Noir da Bourgogne, mas na boca não oferece nem a potência da Nebbiolo nem a finesse dos Bourgogne. É vinho macio, fino, elegante e que seduz. Adorei conhecer esta elegante casta e recomendo a você.

Se há uma coisa que me fascina e seduz é conhecer uma nova casta de uva. Acredita-se que existam cerca de 5 mil castas diferentes no Mundo! Ninguém sabe ao certo, como quase tudo no Vinho… afinal, há castas com nomes diferentes de região para região, sendo no fundo a mesma. Porém eu nunca havia ouvido falar desta Forcallà, original de Valencia no Sul da Espanha.

Vìnho Tinto Rafael Forcallà de Antonia Valência DO 2014

Seu produtor, Rafael Cambra, resolveu resgatá-la da quase extinção em 2011 e vem fazendo sucesso com este vinho sedutor e gostoso que tem versatilidade em harmonizar. Vai desde um sandwich de frios até pratos refinados como um arroz de pato ou um assado de caça. Interessante que, por ter poucos antocianos (o que dá cor à uva), a casta resulta em um vinho que lembra no visual um Barolo ou um Pinot Borgonhês, mas não, nem a potência do primeiro nem a elegância do segundo, ficando no meio, com um toque aveludado que lembra Merlot.

Rafael Cambra, do pequeno povoado de Fontanars dels Alforins, começou suas atividades vitivinícolas em 2001, para justamente valorizar a cultura de seu lugar. Ele é um apaixonado por tradição e história, essas suas videiras de Forcallà têm 55 anos de idade e sua fermentação é com as próprias leveduras, o que garante o DNA da planta no vinho. Ou seja, seu sotaque é aquele mesmo, não muda a voz ao atender ao telephone. Tem personalidade. Gosto e respeito demais isso em um vinho. Neste caso encontra-se uma rara elegância rústica resultado dessa pouca intervenção e de uma passage discrete de 8 meses em barricas usadas. Show de vinho.

Rafael Cambra tem ainda em seus vinhedos de solo argiloso-calcário, arenoso e pedregoso e ao sul de Valência, quase chegando a Alicante, outras castas, como Monastrell, Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, e esta casta autóctone Forcallà.

O vinho de hoje é novidade. Eu não conhecia esta uva “ Forcallà”. típica de Valencia, Espanha. O Mundo está cheio de uvas, acredita-se que sejam umas cinco mil! Imagine. Precisamos provar. Este chega pela Grand Cru e custa R$ 158,00. Vale muito conhecer. Vinho fino, floral, sedutaor de pouca cor mas corpo bom e sedoso. Show. Gostei bastante. #grandcru #forcalla #valencia #vino #vinodeespaña #vinhotinto #instavino #instagay #didurusso #ovinhodehoje

Publicado por Didu Russo em Sexta, 17 de novembro de 2017

Experimente, aumente sua cultura no vinho!

 

Didú Russo é Editor do site www.didu.com.br. Depois de ter passado por diversos veículos de comunicação como Revista Manchete, Editora Globo e TV Record, Eduardo Russo – mais conhecido pelo apelido Didú – escreve sobre vinhos desde 1992 e já lançou dois livros sobre o tema: “Nem leigo, nem expert” e “Vinho para o sucesso profissional”. Depois de ter ministrado mais de 200 palestras e ser o Editor de um dos maiores blogs de vinho do Brasil há mais de 15 anos, também é vice-presidente da Confraria dos Sommeliers, colaborador das revistas 29horas, Prazeres da Mesa, do Jornal do Vinho & Cia e é coordenador do Comitê do Vinho da FECOMERCIO, onde atua na desoneração, desburocratização e divulgação do vinho.

Esta matéria fala sobre: O vinho em questão...

Matérias relacionadas:

Experimente um rosé e se surpreenda, por Didú Russo

Continue lendo

O charme do Vinho Verde, por Didú Russo

Continue lendo

O caminho entre o Novo e o Velho Mundo, por Didú Russo

Continue lendo