O Guia Completo dos Vinhos Brancos: quais as uvas, como servir, como harmonizar

Publicado em 18/01/2017

A que temperatura servir cada tipo de vinho branco? Em que taça servi-los? Vinho branco precisa decantar? Dá para guardar vinhos brancos? Quais são as melhores opções de harmonizações? Você encontra a resposta para essas e outras perguntas aqui!

Quais são as principais uvas brancas do mundo?

Chardonnay

A Chardonnay é, com certeza, a uva branca mais conhecida e plantada no mundo. O motivo é a sua versatilidade, uma vez que apresenta características diferentes de acordo com o terroir onde é cultivada. É a uva típica da Borgonha, e entra no corte dos Champagne.

Sauvignon Blanc

Típica do Vale do Loire e na Nova Zelândia, está se tornando cada vez mais popular. É mais ácida, com aromas herbáceos e de frutas cítricas e toques minerais!

Riesling

Uva típica da Alemanha e dos vinhos da Alsácia. Com suas notas florais e muito mineral, é um vinho branco aromático muito usado nas harmonizações, por ser considerado um verdadeiro curinga.

Pinot Gris ou Pinot Grigio

Chamada na Itália e no Brasil de Pinot Grigio, ela ganha essa cor pela característica levemente rosada da casca, diferente das castas brancas tradicionais. Costuma gerar vinhos frutados e mais delicados que o Chardonnay.

Moscato

Também chamada de Muscat, é uma uva italiana muito frutada e aromática, base do clássico Moscato D’asti. Seu nome remete à noz moscada, especiaria bastante perfumada, assim como o vinho. Existem muitas variedades da casta, mas todas costumam dar origem à vinhos leves e com boa acidez.

Chenin Blanc

A Chenin Blanc tem origem francesa, mais precisamente no Vale do Loire. Além da França, a uva se destaca na África do Sul, onde é uma das mais cultivadas. Enquanto na sua terra natal ela apresenta notas de frutas cítricas e maduras, no Novo Mundo ela

Quer conhecer outras uvas? Você encontra nosso guia de Aromas e Sabores das Uvas Brancas Mais Conhecidas aqui.

Qual o tipo de taça ideal para servir vinho branco?

Os diferentes tipos de taças de vinho.

Os diferentes tipos de taças de vinho.

A taça especial para vinhos brancos tem como função principal manter a temperatura da bebida enquanto é degustado. Por isso, o bojo costuma ser um pouco menor do que o das taças de tintos, e a haste é um pouco maior, mantendo as nossas mãos mas afastadas do vinho.

Taça Vinho Branco

Taça de Vinho Branco

Qual a temperatura ideal de serviço do vinho branco?

Depende da estrutura e corpo do vinho branco. Vinhos brancos leves devem ser servidos entre 6 e 8°C. Já os brancos secos e vinhos de sobremesa, entre 8 e 12°. Os vinhos do Porto brancos, por sua vez, encontram a sua temperatura ideal entre 14 e 18°.

Para deixar seu vinho na temperatura correta, você pode deixa-lo na geladeira por cerca de duras horas antes de servir, utilizar baldes de gelo, ou mesmo as modernas cooler bags.

Aqui contamos quais as temperaturas de serviço de todos os tipos de vinho.

Vinhos brancos precisam ser decantados?

Raramente. Os brancos encorpados, com passagem por madeira e feitos de uvas mais resistentes à oxidação podem ganhar complexidade e mostrar aromas antes escondidos após a decantação.

Vinhos brancos também são de guarda?

Alguns vinhos brancos também pedem guarda. A regra para saber se o vinho que você tem em casa pode ser guardado, e quanto tempo demoraria para atingir o seu auge é clara: confira a ficha técnica do produto.

No entanto, existem regras gerais para alguns tipos de vinho branco. Confira:

Vinhos brancos de consumo imediato: um ano no máximo, mas o ideal é apenas alguns meses.

Pinot Grigio: até dois anos.

Sauvignon Blanc e Sancerre: de um a dois anos.

Vinho Verde: de um a dois anos. (Não sabe o que é vinho verde? Confira aqui.)

Muscato: de um a três anos.

Brancos do Rhône: de dois a cinco anos.

Gewürztraminer: de dois a seis anos.

Chenin Blanc: de dois a dez anos.

Chardonnay, Borgonha branco: de dois a dez anos.

Chablis: de dois a doze anos.

Riesling: de três a quinze anos.

Brancos doces produzidos por botritis: de cinco a vinte anos.

Como harmonizar vinhos brancos com comida?

Para facilitar o nosso guia de harmonização para vinhos brancos, vamos falar sobre cada grupo de alimentos separadamente.

vinho-branco-harmoniza-queijo-peixe-frutos-do-mar-massa-salada-sobremesa-risoto

Queijos

Os queijos frescos e de sabor delicado, como a burrata, a mussarela fresca e o queijo de cabra harmonizam muito bem com Chablis e Sauvignon Blanc.

Os queijos macios, como brie e camembert, pedem vinhos de corpo médio a leve e acidez intermediária, como o Chardonnay do Novo Mundo ou Chenin Blanc da África do Sul.

Queijos semiduros, como gouda e gruyère, harmonizam com Riesling ou Sauvignon Blanc.

Já os azuis, como o Gorgonzola, pedem cuidado: o ideal é harmonizam por contraste, ou seja, combinar seu sabor salgado com os vinhos doces, como os Late Harvest e vinhos do Porto Brancos.

*Ainda não está familiarizado com os vinhos doces? Saiba mais sobre esse tipo de vinho em nossa matéria especial sobre vinhos de sobremesa.

Massas e Risotos

Para as massas e os risotos é preciso lembrar que a harmonização segue a regra dos seus ingredientes principais. Para legumes, vinhos brancos leves. Para frutos do mar e peixe: brancos de médio corpo.

Peixes e frutos do mar

A combinação de peixes e vinho branco é muito conhecida, mas nem sempre verdadeira!

Peixes brancos acompanham bem um Riesling alemão. Agora, se o prato de peixe branco vai ser servido com molhos gordurosos, é preferível escolher vinhos brancos plenos a secos, como o Chenin Blanc do Loire. O Ceviche, por sua vez, pede um Sauvignon Blanc.

Já o salmão pode ser acompanhado de Riesling, Gewürztraminer ou um Pinot Grigio.

Frutos do mar pedem brancos do Rhône o sul da França e Chardonnays opulentos. As ostras, Chablis ou Muscadet.  Mas os caranguejo pedem brancos encorpados, como os da Borgonha, Bordeaux ou Rhône.

Harmonização clássica: vinho branco Chablis e ostras frescas.

Harmonização clássica: vinho branco Chablis e ostras frescas.

Aves

Aves de carnes leves e brancas, como o frango e o peru, podem combinar com vinhos brancos. Já as aves de caça, como chamamos no Brasil a galinha d’angola e faisão, com tintos, por terem sabor mais forte.

Para harmonizar as carnes de aves brancas, foque na preparação do prato. Os vinhos brancos acompanham bem os frangos grelhados e desfiados, acompanhados de legumes e salada.

Comida condimentada

Comida condimentada, com muitas especiarias e pimenta, pedem vinhos brancos aromáticos, chamados de curinga. Nossas indicações são os brancos feitos das uvas Riesling e Gewürztraminer.

Sobremesa

A regra para harmonizar sobremesa é o vinho escolhido precisa ser mais doce do que a sobremesa. Caso contrário, a rótulo pode fazer o prato parecer ácido e até mesmo amargo.

Nossas indicações são o Sauternes, Muscat e vinhos do Porto brancos.

Quais são os principais vinhos brancos do mundo?

Os vinhos brancos franceses do Vale do Loire, da Borgonha e de Chablis, os californianos, os da Nova Zelândia e os alemães. Conheça os principais vinhos brancos do mundo.


Fontes: livro Expert em vinhos em 24 horas, da especialista em vinhos Jancis Robson, e os Sommeliers da Grand Cru, Massimo Leoncini e Amandine Castillon.

Esta matéria fala sobre:

Matérias relacionadas:

Conheça os diferentes espumantes produzidos pelo mundo

Continue lendo

As principais uvas tintas do mundo e suas características

Continue lendo

Guia de harmonização para uma noite de queijos e vinhos

Continue lendo