Receita: Coq au vin, do chef Olivier Anquier

Publicado em 24/07/2018

Um clássico da gastronomia francesa, o Coq au vin nada mais é do que frango cozido no vinho. Aprenda a preparar essa iguaria com a receita do chef Olivier Anquier.

Ingredientes

  • 1 galo (frango adulto) de aproximadamente 2,5 kg
  • 4 cebolas cortadas em cubos
  • 4 cenouras cortadas em cubos
  • 3 litros de vinho tinto seco
  • 1 talo de salsão cortado em cubos
  • 1 bouquet amarrado com um barbante, contendo 1 folha de salsão, 1 dente de alho, 2 folhas de louro, 2 ramos de tomilho e 2 ramos de salsa crespa
  • 1/2 xícara de chá de óleo vegetal, como o de girassol
  • 1/2 xícara de chá de conhaque
  • 60 g de farinha de trigo
  • 1 litro de fundo de carne (ou caldo em cubos) diluído em água
  • 200 g de bacon magro
  • 500 g de champignons Paris, frescos
  • 30 g de manteiga
  • 30 g de açúcar
  • 60 ml de sangue de galo fresco (opcional)
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

Corte o galo em pedaços pequenos e deixe marinando por 48 horas. No dia do preparo, separe o galo, o vinho e os legumes. Tempere os pedaços de galo com sal e pimenta. Em uma caçarola, aqueça 30 ml de óleo e refogue os legumes em fogo baixo. Enquanto isso, em uma frigideira com um pouco de óleo, doure os pedaços de galo de ambos os lados. Quando estiverem dourados, polvilhe com um pouco de farinha. Acrescente uma parte do conhaque, flambe e junte os pedaços dourados com os legumes na caçarola. Cubra com o vinho e o caldo e cozinhe lentamente por aproximadamente 1h30 (até ficar macio).

Enquanto cozinha o galo, prepare a guarnição, doure e bacon e reserve. Em uma pequena frigideira, derreta o açúcar com a manteiga e caramelize as cebolas. Junte o bacon e reserve. Em outra pequena frigideira, doure os champignons com um pouco de manteiga e uma pitada de sal e também reserve. Quando o galo estiver bem macio e o molho, bem encorpado, coe o molho para finalizar e retire o bouquet. Em uma caçarola, ferva o molho e adicione o sangue, mexendo sem parar. Acerte o sal e a pimenta. Coloque os pedaços de galo no centro de uma travessa e cubra com o molho e as guarnições. Arranje as batatas cozidas no sal à sua volta e sirva imediatamente.

Harmonização: embora seja considerada uma carne mais leve, o galo do Coq au vin acompanha um molho substancioso, com muito sabor e corpo. Para harmonizar, um vinho francês da Borgonha como o Patrick Clerget é ideal.

Esta matéria fala sobre: Aves

Matérias relacionadas:

7 documentários imperdíveis sobre gastronomia no Netflix

Continue lendo

12 harmonizações (nada convencionais) para fazer com Malbec

Continue lendo

Altaïr: um Grand Cru de Saint-Émilion no Chile

Continue lendo