7 passeios imperdíveis na Serra Gaúcha, por Renata Serrano

Publicado em 26/06/2017

Bento Gonçalves, a Toscana brasileira, está localizada na região sul do país e nos proporciona diversos passeios interessantes, principalmente para os que amam vinho, como eu. Aceita o convite?

Por Renata Serrano

As referências italianas estão presentes em todas as partes na Serra Gaúcha. Na parte cultural por meio da arquitetura, dos costumes e do folclore. Agora, quando falamos de gastronomia, a fartura prevalece e está sempre acompanhada por vinhos de qualidade.

1. Vale dos Vinhedos

Vamos começar, é claro, pelo Vale dos Vinhedos, onde se encontra a maioria das vinícolas da região. Uma área de 82 quilômetros quadrados, com paisagens lindíssimas e diversos produtores. O vale pertence a três regiões, sendo a sua maioria concentrada em Bento Gonçalves, mas também em Monte Alegre do Sul e Garibaldi. Por ali, é fácil de se encontrar também ótimos restaurantes para degustar a cozinha típica italiana, à base de galeto, polenta e massas. Não deixe de visitar as vinícolas Cave Geisse, Casa Valduga, Almaúnica, Miolo, Salton, Pizzato, Aurora e Dal Pizzol. Se você acha que tudo se resume a visitar parreirais, degustar vinhos e comprá-los a preços mais baixos, está enganado. Algumas vinícolas oferecem passeios bem diferenciados, como Wine Garden da Miolo, a Tour Experience da Cave Geisse e a degustação às cegas da Dal Pizzol. Reserve alguns dias para fazer estes passeios porque você vai querer ficar muito tempo em cada uma das vinícolas.

2. Pipa Pórtico

Chegando a Bento Gonçalves, o pórtico na entrada da cidade já anuncia que você está entrando na terra do vinho. Ao lado da Pipa Pórtico, está localizado também o Posto de Informações Turísticas. Não deixe de passar ali e pegar um mapinha da cidade, para tornar sua viagem ainda mais prática. Claro, aquela “selfie” básica no cartão postal da cidade também está valendo!

Pipa pórtico, ícone que marca a entrada da cidade de Bento Gonçalves

3. Caminhos de Pedra

Um dos mais bonitos passeios de Bento Gonçalves é o que leva à colônia São Pedro, chamado Caminhos de Pedra. O roteiro de sete quilômetros passa por 28 construções em pedra e madeira, formando um cenário que remete à região Norte da Itália. São moinhos, casas de massas, de teares, de erva-mate, além de cantinas italianas tradicionais e capelas. Nos estabelecimentos ao longo do caminho há ofertas de produtos coloniais, como queijos, salames, conservas, doces, sucos, geleias, biscoitos, iogurtes, massas e vinhos artesanais, mate para chimarrão e produtos à base de leite de ovelha.

4. Casa da Ovelha

E por falar em ovelha, a Casa da Ovelha vale a visita. Além da venda de produtos à base de leite de ovelha, como queijos e iogurtes, tapetes e pantufas feitos da lã do animal, existe uma grande área onde os visitantes podem acariciar as ovelhas, participar da tosa, amamentar os filhotes e assistir a demonstrações de pastoreio. Recomendo para crianças, que vão amar, e para os adultos também.

Endereço: Rodovia Linha Palmeiro, 400 – Distrito de São Pedro – Bento Gonçalves – RS – CEP: 95714-000
Telefone: (54) 3455 6320
E-mail: comercial@casadaovelha.com.br
Horário de funcionamento: Segunda-feira, das 9h30 às 17h30; de terça-feira a domingo, das 9h às 17h30

5. Vale do Rio das Antas

A rota do Vale do Rio das Antas fica a dez quilômetros do centro de Bento Gonçalves. A minha sugestão é que o passeio comece na vinícola Salton e siga até a propriedade da família Menoncin, que faz sucos de uva integrais. Depois, passe pela vinícola da Família Cainelli, que restaurou a casa de 1929 e a transformou em museu. Seguindo a estrada, passe pelo alambique e pousada Casa Bucco, que mostra o processo de produção da cachaça, e a Ponte Ernesto Dornelles, sobre o Rio das Antas. Você pode encerrar o passeio em um mirante, localizado no Km 201, que permite observar a curva do rio em forma de ferradura. Pense numa vista linda! Você vai ver aqui!

6. Maria Fumaça

Não deixe de fazer o passeio de Maria Fumaça. A viagem de duas horas parte tanto de Bento Gonçalves quanto de Carlos Barbosa, com parada em Garibaldi. O embarque acontece durante uma degustação de vinhos e, ao longo do percurso de 23 quilômetros, grupos folclóricos percorrem os vagões cantando e dançando músicas típicas da região. A recepção em Garibaldi é feita com mais tarantela e regada a espumante e suco de uva. Uma delícia de passeio! Aconselho reservar com antecedência.

Endereço: R. Duque de Caxias, s/n – Cidade Alta, Bento Gonçalves – RS – CEP: 95700-000
Telefone: (54) 3455-2788
Horário de funcionamento: Aberto todos os dias, das 9h às 17h

Renata Serrano durante o passeio de Maria Fumaça, que passa por Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa

7. Epopeia Italiana

O destaque do Parque Epopeia Italiana é a encenação que conta a saga dos primeiros imigrantes que chegaram a Bento Gonçalves. Os atores, vestidos com roupas típicas, percorrem nove cenários acompanhados pelo público. O espetáculo tem 45 minutos de duração e termina em grande estilo – com degustação de vinhos, suco de uva e biscoitos italianos. Uma volta ao passado que lembra as aventuras dos imigrantes que procuravam encontrar um lugar para criar suas famílias.

Endereço: R. Visc. de São Gabriel, 507 – Cidade Alta, Bento Gonçalves – RS – CEP: 95700-000
Telefone: (54) 3451-2788
Horário de funcionamento: Aberto todos os dias, das 9h às 18h

Fotos do arquivo pessoal de Renata Serrano durante visita à Epopeia Italiana

Gosta de atividades radicais? Em Bento Gonçalves, você encontra atividades super bacanas, como a tirolesa na Ponte de Ferro, que chega a 70 metros de comprimento; os paredões do Salto Ventoso, da Eulália, do Barracão e do Burati que são indicados para quem curte escaladas; Mountain-Bike; Trekking; Rafting; Cascading; Rapel; e muito mais. Vamos combinar que depois de umas taças de vinho todos ficam corajosos, né?!

Bento Gonçalves vai te encantar do começo ao fim e garanto que o difícil será deixar esta cidade tão charmosa.

 

Renata Serrano é proprietária da agência Barbarela Turismo, localizada em Vinhedo, no interior de São Paulo. A empresária assina a coluna Na Rota dos Vinhos, da Agenda In, e apresenta o programa Fazendo as Malas, no canal VV8 TV. Além de ser coordenadora da Confraria VIP, na qual reúne amigos para aprender mais sobre vinhos e harmonização. É sócia na empresa 50 Tons de Vinho que elabora cursos, eventos e workshops de vinhos.

De 2004 para cá, a Barbarela Turismo foi aos poucos se especializando em enoturismo, que hoje se tornou o principal foco da agência. Quem participa dos roteiros como foco em vinho, totalmente personalizados, acaba aprendendo um pouco mais sobre o ciclo da videira, processo de produção dos vinhos, além de aproveitar excelentes degustações.

Esta matéria fala sobre:

Matérias relacionadas:

Conhecendo a Pizzorno Wines, por Renata Serrano

Continue lendo

Conhecendo a vinícola Matetic Vineyards, por Renata Serrano

Continue lendo

11 pontos turísticos para conhecer em Santiago, no Chile

Continue lendo