Cardápio completo para ceia de Ano Novo, por Bru Calderon

Publicado em 26/12/2017

Normalmente celebrada com mais descontração, a Ceia de Ano Novo pede receitas mais leves e práticas. E é por isso que preparei um Cardápio Completo e Harmonizado para que você possa aproveitar mais a companhia da família e amigos preparando uma ceia inteira com mais tranquilidade.

Por Bru Calderon

Entrada: Salpicão de frango na cestinha de parmesão

Muito tradicional nas ceias dos brasileiros, o salpicão é praticamente uma salada gelada, cremosa e refrescante. Surgiu na Espanha como uma necessidade de reaproveitar sobras de comida e lá é efeito com carnes bovinas e leva o nome de vaca en salpicón. Por aqui utilizamos legumes, maionese e frango que nessa receita será servido em uma cestinha de parmesão para garantir “crocância” e beleza ao prato. Confira a receita.

Harmonização: um espumante extra brut como o Victoria Geisse Extra Brut Vintage Rosé. Feito a partir do mesmo método utilizado em Champagne, esse espumante é elaborado com Pinot Noir e apresenta uma intensidade aromática que remete a frutas vermelhas e notas de especiarias.  Com uma coloração cereja claro, tem uma boa formação de espuma e excelente perlage. É encorpado e possui uma acidez acentuada harmonizando muito bem com receitas mais leves e refrescantes como o salpicão.

Prato principal: Chester ao molho de romã e laranja

A comemoração de entrada de um novo é rodeada de rituais que prometem trazer sorte para o próximo ciclo como pular ondas, comer lentilha e embrulhar e guardar na carteira sete sementes de romã. O número sete se refere aos dias da semana e o costume indica que fazer isso garante riqueza, prosperidade e abundância. Fazendo ou não o ritual, fato é que essa fruta tem tudo a ver com o ano novo e é por isso que ela é o ingrediente principal do molho do prato principal. Aprenda a fazer.

Harmonização: o vinho tinto Alceño Premium 50 Barricas Syrah. Com presença de frutas vermelhas e negras, esse vinho de coloração vermelho rubi possui toques de alcaçuz, ameixa escura e figo, além de um aroma diferenciado e defumado de bacon. Proveniente de solos rochosos, o vinho se torna peculiar por repousar por 6 meses em barril de carvalho. Tem acidez elevada de frutas exuberantes e macias harmonizando muito bem com queijos, embutidos e carnes.

Sobremesa: Quindim

O doce tão apreciado aqui no Brasil teve origem em Portugal na época em que as freiras utilizavam claras de ovos como base para engomar suas roupas. Preocupadas com o desperdício das gemas, começaram a criar diversas receitas que levavam esse ingrediente, entre elas o doce Brisa-do-Lis que continha além das gemas, açúcar e amêndoas. Os portugueses que vieram para o Brasil trouxeram consigo a receita, mas por aqui não era possível encontrar amêndoas e por isso passaram a utilizar coco ralado, ingrediente abundante no país. O doce passou a ser chamado de Quindim, palavra que significa dengo, e logo ganhou fama no Brasil todo. Veja como preparar.

Harmonização: um vinho de sobremesa como o Vinho do Porto Tinto Churchill’s Ruby Reserva. Para harmonizar com um doce que tem original em Portugal, nada mais justo que um belo Vinho do Porto com aromas de flores, amêndoas, mirtilo, especiarias e ameixa. Com sabor fresco e doce, este vinho com coloração violeta intensa e profunda também pode ser servido como aperitivo com sua acidez média e tanino acentuado. Harmoniza perfeitamente bem com essa sobremesa prima do Brisa-do-Lis.

 

Advogada por formação, Bruna Calderon sempre gostou de cozinhar – e hoje se dedica a experimentar novas receitas, recriar pratos tradicionais e experimentar novos restaurantes em seu blog Bru Calderon. Aqui, assina a coluna sobre harmonização de vinhos da Grand Cru com as suas receitas autorais.

 

Esta matéria fala sobre: Refeição

Matérias relacionadas:

Dia das Crianças: 5 atividades para fazer com as crianças usando rolhas de vinho

Continue lendo

Que vinhos levar para uma tarde na praia ou à beira da piscina?

Continue lendo

Guia: 9 drinks com vinho para o verão

Continue lendo