"Vinho branco com peixes e frutos do mar: essa regra vale sempre?", por Daniel Perches

Publicado em 13/06/2017

“Ainda vale o preceito de que pescados e frutos do mar devem ser servidos apenas com vinho branco?” O leitor Raimundo Ribeiro mandou essa pergunta e achamos que seria muito legal compartilhar com todos, afinal de contas, harmonização é algo que sempre deixa dúvidas e queremos fazer o melhor, seja para nós mesmos ou para quando vamos receber visitas.

Raimundo, acredito que podemos rever essa ideia, ampliando um pouco o no0sso leque de opções e não ficando só nos brancos. Eu explico: imagine um prato feito com um filé de Saint-Peter grelhado, com alcaparras por cima. Agora imagine uma moqueca capixaba, feita com postas de peixes tomates, pimentões e alguns temperos, inclusive o coentro, que é bem forte. Note que estamos falando de peixe, mas com preparos e sabores bem diferentes, não é mesmo?

Então para não errarmos, vale sempre pensar em qual é o ingrediente “que manda” no prato, o que é mais forte, que mais aparece. Em geral, os molhos fazem essa função. É claro que temos que lembrar que o nosso filé de peixe é bem leve, então vamos deixar os tintos encorpados para outra ocasião.

Espumantes rosés e até tintos mais leves, como um Pinot Noir, podem ser bons parceiros para peixes e frutos do mar quando estiverem acompanhados de molhos mais encorpados.

Victoria Geisse Extra Brut Vintage Rosé

Mas, se você quiser um tipo de vinho que vai provavelmente casar com os mais variados tipos de preparo, são os vinhos rosés. Busque um bom rosé da Provença, por exemplo, para acompanhar uma salada de camarões, e verá a explosão de sabores que vai ter dessa combinação!

Vinho Rose Romance Cotes de Provence

Espero que essa dica ajude a comermos e bebermos melhor.

Um abraço, e não deixe de enviar suas dúvidas para respondermos na próxima coluna!

Daniel Perches

 

Foi ao atender a conta de uma vinícola na agência em que trabalhava que o publicitário Daniel Perches descobriu sua paixão por vinho. Foi aí que sentiu a necessidade de escrever sobre o tema (e estudar também!). Deixou a carreira de 10 anos de lado e passou a se dedicar exclusivamente a seu blog vinhosdecorte.com.br e outras publicações. Seu objetivo? Que o vinho faça parte cada vez mais do cotidiano das pessoas. Aqui, assina a coluna Pergunte ao Daniel.

Esta matéria fala sobre: Peixe e frutos do mar Pergunte ao Daniel

Matérias relacionadas:

Receita: Atum selado com crosta de gergelim

Continue lendo

Harmonização de comida japonesa e vinho

Continue lendo

Vinho rosé: a substituição ideal da cerveja em uma mesa de bar

Continue lendo