Receita: Panna Cotta com calda de frutas vermelhas, por Bru Calderon

Publicado em 19/12/2017

Literalmente “nata cozida”, a panna cotta é uma sobremesa italiana com origem na região de Piemonte feita basicamente com creme de leite fresco, açúcar e gelatina.

Acredita-se que sua criação se deu a partir de um cozimento de molho a base de peixe, pois as receitas antigas pedem o uso de cartilagem de peixe para engrossar e dar o efeito de gelatina à preparação. Como muitas receitas famosas, o molho deu errado e acabou virando essa sobremesa mundialmente conhecida.

Ingredientes

  • 500 ml de creme de leite fresco
  • ½ xícara de leite
  • 1 colher de sopa de gelatina em pó sem sabor
  • 2 colheres de sopa de água
  • 1 colher de sopa de essência de baunilha
  • 4 colheres de sopa de açúcar
  • 150 g de morango
  • 100 g de framboesa
  • 100 g de açúcar

Modo de Preparo

Em uma tigela misture a gelatina nas colheres de água e misture bem. Em uma panela coloque o creme de leite, o leite e o açúcar e leve em fogo médio até tudo estar diluído. Retire do fogo e misture a gelatina. Espere esfriar, coloque a essência de baunilha e misture bem.

Encha os recipientes em que irá servir as panna cottas e leve para a geladeira por aproximadamente 4 horas. Para preparar a calda, lave e corte os morangos e coloque-os em uma panela junto com as framboesas e o açúcar. Leve ao fogo médio e vá mexendo até derreter um pouco e virar uma calda vermelha, cerca de 5 minutos. Reserve na geladeira. Sirva a panna cotta colocando a calda de frutas vermelhas por cima.

Harmonização: um vinho de sobremesa, como o Vinho Branco de Sobremesa Vistamar Late Harvest. Vindo de colheita tardia da região do Vale do Limarí, no Chile, este vinho possui uma explosão de aromas com toques de flores brancas, pêssegos, damascos e marmelo. O clima da região é bastante fresco, o que garante um vinho muito refrescante e aromático. É bastante cremoso e suculento e possui acidez e tanino leves equilibrados com toques frutados acentuados, criando um vinho de sobremesa excelente.

 

Advogada por formação, Bruna Calderon sempre gostou de cozinhar – e hoje se dedica a experimentar novas receitas, recriar pratos tradicionais e experimentar novos restaurantes em seu blog Bru Calderon. Aqui, assina a coluna sobre harmonização de vinhos da Grand Cru com as suas receitas autorais.

Esta matéria fala sobre:

Matérias relacionadas:

9 sobremesas especiais para sua ceia de Natal e Ano Novo

Continue lendo

4 passos para organizar um Wine Dinner descontraído em casa, por Vinho do Bom

Continue lendo

Chocolate e vinho: aprenda a combinar!

Continue lendo