Receita: Matambre, por Massimo Leoncini

Publicado em 31/10/2016

O Matambre é um prato típico do sul do país. De origem espanhola, ele é muito comum na região dos pampas e na Argentina, no Uruguai e no Paraguai.

Feito com a capa da costela do boi, uma carne menos nobre, ele era preparado para a refeição dos gaúchos que trabalhavam nos pampas, ganhando seu nome do espanhol “matar la hambre” (matar a fome).

A receita que vamos compartilhar foi preparada pelo Sommelier da Grand Cru Massimo Leoncini, italiano da região da Toscana, mas muito curioso pela gastronomia latino-americana. Aprenda a fazer essa delícia sulina!

Nível de dificuldade: Médio| Rendimento: 5 pessoas | Tempo de preparo: 2 horas

Ingredientes

  • 1,5 kg de matambre (capa da parte inferior da costela do boi)
  • 100 g de bacon
  • 1 xícara de queijo prato ralado
  • 250g de linguiça calabresa
  • 1/2 maço de salsa e cebolinha bem picadas
  • 2 cebolas
  • 1 colher de sopa de tomilho
  • 1 colher de sopa de orégano
  • 1 colher de sopa de alecrim
  • Azeite de oliva (a gosto)
  • Sal e pimenta do reino

Modo de preparo

Tempere o matambre com tomilho, orégano, alecrim, azeite de oliva, sal, pimenta do reino, alho, cebola e cheiro verde. Depois, coloque sobre a carne o recheio, um preparado de linguiça calabresa, bacon e queijo. Enrole o matambre e feche o rolo, amarando-o com uma linha para alimentos).

Como o matambre é uma carne bastante dura, é preciso amaciá-la na panela de pressão antes de assá-la. Coloque o rolo dentro da panela com água e deixe cozinhar por cerca de 45 min a uma hora, após ganhar pressão.

Em seguida, você pode escolher assar o matambre no forno ou na churrasqueira, por uma hora sempre. Se sua escolha for fazer o prato na churrasqueira, passe um espeto por dentro do rolo.
Uma vez pronto, corte em fatias e sirva acompanhado de farofa.

Para harmonizar: o vinho tinto italiano Pecchenino Dogliani DOCG San Luigi, uma escolha certa para acompanhar massas, carnes brancas, carnes vermelhas e assados.

Esta matéria fala sobre: Carne bovina

Matérias relacionadas:

Carne vermelha e vinho tinto: aprenda a harmonizar cada tipo de corte de carne

Continue lendo

Receita: Risoto à milanesa com ragú de costela, por Mario Woicik

Continue lendo

Conheça os cinco B’s da Itália: Barolo, Barbaresco, Barbera, Brunello e Bolgheri

Continue lendo