O enólogo Paul Hobbs e a Viña Cobos

Publicado em 11/05/2016

Descubra quem é Paul Hobbs e como o enólogo transformou a casta francesa Malbec no ícone dos vinhos argentinos.

A trajetória do enólogo Paul Hobbs pelo mundo do vinho

Sem sombra de dúvidas, Paul Hobbs é um dos maiores nomes da enologia. Especialista no uso de carvalho para o envelhecimento, ele foi considerado o “Steve Jobs do vinho” pela revista Forbes devido a precisão de suas criações. Também foi nomeado por Robert Parker duas vezes como a “Personalidade do Vinho do Ano” e está na lista dos cinco consultores de enologia mais importantes do mundo.

O primeiro emprego de Paul Hobbs foi na renomada casa de vinhos Mondavi e, depois disso, passou por outras grandes vinícolas, como a Opus One e a Simi, até que o seu projeto pessoal de ter uma propriedade sua tomasse forma, a Paul Hobbs Wineyard.

Em 1989, Hobbs visitou a Argentina pela primeira vez. À época, o enólogo constatou o potencial pouco explorado da Malbec por lá, que até então não tinha a visibilidade mundial que tem hoje. O que o enólogo não imaginou era que, anos mais tarde, estaria por trás de uma das maiores vinícolas argentinas – e que ele seria responsável por domar a uva neste terroir.

A fundação da vinícola argentina Viña Cobos

Em 1997, Paul Hobbs conheceu os enólogos Andrea Marchiori e Luis Barraud, ambos de famílias tradicionais no ramo da vitivinicultura. Juntos, os três começaram a desenhar o sonho de abrir as portas de uma vinícola na Argentina.

Viña Cobos é a vinícola responsável pela imagem da uva Malbec como ícone argentino, graças aos cuidados de Paul Hobbs com as vinhas, com o terroir e com o processo de vinificação. Os vinhos desta vinícola estão entre os mais desejados do mundo e a Viña Cobos é muito popular entre os turistas que visitam Mendoza.

O nome Cobos foi escolhido para a vinícola pois era o nome da rua em que se localizava o primeiro vinhedo que o trio de enólogos adquiriu. Os primeiros rótulos lançados pela marca foram Cobos e Malbec, produzidos com as uvas mais especiais cultivadas no vinhedo Marchiori.

Saiba quais são as principais linhas da Viña Cobos

Linha Cobos, a mais conhecida da Viña Cobos

Os vinhos desta linha são feitos das uvas que vem das vinhas mais antigas do vinhedo Marchiori. São caracterizados por elegância e potência.

Linha Felino

Os vinhos são intensos e brilhantes, com acidez expressiva e taninos equilibrados. Nossa sugestão é o Cobos Felino Malbec, linha de entrada da vinícola.

Felino Malbec

Vinho Tinto Cobos Felino Malbec 2015 750 mL

Linha Bramare

A linha é marcada pela complexidade aromática dos seus vinhos, que se apresentam elegante e expressivos. O Cobos Bramare Cabernet Sauvignon oferece aromas de cassis, cereja em compota e ameixa e café mocha.

Bramare Cabernet Sauvignon Lujan de Cuyo

Vinho Tinto Cobos Bramare Cabernet Sauvignon Lujan de Cuyo 2010 750 mL

Linha Cocodrilo

Linha com um único vinho, corte de Cabernet Sauvignon e Malbec. O que mais chama a atenção neste tinto equilibrado é o caráter mineral e a grande complexidade aromática.

Cocodrilo

Vinho Tinto Cobos Cocodrilo Corte 2014 750 ml

Quer conhecer mais sobre vinhos da Argentina? Confira aqui a nossa matéria especial que conta como a cultura vitivinícola se desenvolveu no país aqui!


Por Gustavo Jazra

Esta matéria fala sobre:

Matérias relacionadas:

A história do vinho na Argentina

Continue lendo

Como a Malbec se tornou a uva mais importante da Argentina

Continue lendo

9 Malbecs com ótimo custo-benefício para todas as ocasiões

Continue lendo