Os vinhos franceses são os melhores do mundo?, por Daniel Perches

Publicado em 16/11/2017

Muito se fala por aí sobre os vinhos franceses. Regiões como Bordeaux e Borgonha são sempre aclamadas pelos seus vinhos tintos e a região de Champagne carrega no seu nome uma categoria de excelência.

Isso apenas para nomear três, pois há várias outras regiões que produzem grandes vinhos em terras francesas.

E como vivemos numa época onde listas dos “melhores” proliferam, a dúvida sobre o melhor vinho sempre vem à tona – e, é claro, podemos dizer que os franceses encabeçam a fila!

A resposta, como quase tudo no vinho, não é exata. É muito difícil de falarmos em melhores do mundo, quando generalizamos falando de vinhos franceses. Colocar um país inteiro como melhor produtor seria um grande risco, pois seria como se todos os produtores locais, sem nenhuma exceção, fizessem os melhores vinhos. E isso não é verdade! Eu mesmo já provei vários vinhos franceses ruins – infelizmente, diga-se de passagem – mas que perdiam em qualidade para rótulos produzidos em diversos outros países do mundo, inclusive de muito menos renome do que a França.

É certo sim dizer que na França encontramos ALGUNS dos melhores vinhos do mundo, e esse fato é comprovado pela crítica especializada do mercado. E nesse ponto, as regiões citadas acima nadam de braçada! Mas vale lembrar que os preços também acompanham toda a fama, portanto se você estiver pensando em comprar algum rótulo da lista, saiba que valores altos fazem parte do pacote.

E também vale lembrar que países como Itália, Espanha e Portugal têm fama e reconhecimento nessa área. Então se estiver pensando em buscar os “melhores vinhos do mundo”, é bom considerar esses países também.

Termino deixando uma pergunta: para VOCÊ, qual é o melhor vinho do mundo?

 

Foi ao atender a conta de uma vinícola na agência em que trabalhava que o publicitário Daniel Perches descobriu sua paixão por vinho. Foi aí que sentiu a necessidade de escrever sobre o tema (e estudar também!). Deixou a carreira de 10 anos de lado e passou a se dedicar exclusivamente a seu blog vinhosdecorte.com.br e outras publicações. Seu objetivo? Que o vinho faça parte cada vez mais do cotidiano das pessoas. Aqui, assina a coluna Pergunte ao Daniel.

Esta matéria fala sobre: Pergunte ao Daniel

Matérias relacionadas:

"Como guardar uma garrafa de vinho depois de aberta?", por Daniel Perches

Continue lendo

"Vinho branco com peixes e frutos do mar: essa regra vale sempre?", por Daniel Perches

Continue lendo

Como escolher um vinho para presentear?, por Daniel Perches

Continue lendo