3 lugares para comer (e se aquecer) no inverno em São Paulo, por Paola Perroti

Publicado em 16/06/2017

Assim que a temperatura do termômetro cai, o mesmo acontece com a vontade de sair de casa. Afinal, poucas coisas parecem tão atraentes no frio quanto os próprios cobertores e o conforto do lar. Deixe a preguiça de lado e confira esses três lugares para comer (e se aquecer) no inverno em São Paulo!

Por Paola Perroti

Eu sugiro que você deixe a preguiça de lado, porque nessa época muitos restaurantes lançam seus menus de inverno. É sempre excelente a oportunidade de ver a criatividade dos chefs em ação e cardápios sazonais garantem o uso produtos da estação – eu já estou sonhando com pratos com pinhão e alcachofra ou sobremesas de morango, campeões na minha lista de delícias de inverno.

Além do mais, existem casas cujo ambiente já é aconchegante por si só, independentemente da estação, e outras que oferecem mimos especiais como mantas para manter as pernas dos clientes aquecidas, assim dá até gosto de sair de casa nesse friozinho, não é mesmo?

Quintana

Mário Quintana foi um solitário poeta e jornalista gaúcho, mas que conhecia muito bem o prazer da boa mesa. Esse é o espírito do bar que leva seu nome, o Quintana. Com alma gaúcha, é possível provar tudo de melhor que o sul do país pode nos oferecer: a Linguiça de Blumenau, a Carne de Onça (petisco típico de Curitiba), Caldinho de Puchero (cozido dos pampas) e até Churrasco na Vala! Não tem refúgio melhor do que a gastronomia dos estados brasileiros que já são conhecidos pelas temperaturas mais frias. Para ajudar a esquentar, passeie pela carta de cachaças sulistas, ali só se encontra Rio Grande do Sul, Paraná ou Santa Catarina. E para arrematar a noite, vá de chá branco de bergamota, servido no melhor estilo da fazenda.

Rua Olavo Bilac, 77, Vila Sofia – São Paulo, SP. Tel.: (11) 2129-6570

Taxa de rolha: R$ 60,00 | Preço: $$

Excelente pedida pro almoço, filé palácios! 👌🏼✨🍲

A post shared by Quintana Bar (@quintana_bar) on

 

Brado

Um cantinho bem charmoso em uma travessa da badalada Rua dos Pinheiros. A primeira vista, o Brado pode parecer longe de ser o lugar ideal para um noite fria, com uma ampla varanda na entrada, teto transparente para entrar a luz do sol e uma mesa de piquenique. Como o cardápio é sazonal, a cozinha contemporânea e descontraída do chef Pablo Vita ganha mais calor essa época do ano, assim como os clientes do restaurante, que ganham uma manta para espantar o frio – um mimo muito atencioso. Aproveite uma sexta-feira, quando a casa tem apresentações musicais bem intimistas, peça um vinho e belisque as deliciosas bruschettas da casa antes de pedir o prato principal. Com certeza, um programa melhor do que ficar no sofá.

Rua Joaquim Antunes, 381, Pinheiros – São Paulo, SP.  Tel.: (11) 3061-9293.

Taxa de rolha: R$ 30,00 | Preço: $$$

 

Cozinha 212

Se você quer calor de verdade, seu destino é o Cozinha 212. Adeptos do fogo e da brasa, boa parte do cardápio passa pelo fogão à lenha e pela grelha do restaurante – tanto que mesmo com uma repentina falta de luz, a casa continua em funcionamento normal. O Cozinha tem inspiração mediterrânea e a decoração foi toda montada com peças que os sócios garimparam de barcos antigos, o que deixa o lugar ainda mais charmoso. Para não contar calorias, opte pelos carros-chefe da casa: a costelinha de porco e o polvo com aïoli de óleo de linguiça espanhola. Mesmo se o vinho for a escolha para acompanhar seu jantar à luz de velas, não deixe de provar pelo menos um drink do bartender Diogo Sevilio, um dos melhores do país.

Rua dos Pinheiros, 174 – Pinheiros – São Paulo, SP. Tel.: (11) 24786612

Taxa de rolha: R$ 30,00 | Preço: $$$$

Vem começar a semana com polvo na lenha e aioli de chorizo.

A post shared by Cozinha 212 (@cozinha212) on

 

A jornalista Paola Perroti, repórter da Revista Gosto, se apaixonou pelo universo do vinho e da gastronomia e decidiu mergulhar a fundo na boa mesa. Com certificado da Wine & Spirits Education Trust (WSET) nível II, assina a coluna Onde Tomar uma Taça no blog da Grand Cru, onde indica os seus restaurantes favoritos.

Esta matéria fala sobre: Onde tomar uma taça

Matérias relacionadas:

5 restaurantes estrelados pelo Guia Michelin para visitar, por Paola Perroti

Continue lendo

7 rooftops para você curtir o pôr do sol em São Paulo com uma taça de vinho na mão!

Continue lendo

7 dicas para não cometer gafes com o sommelier do restaurante, por Massimo Leoncini

Continue lendo