Vale do Leyda, região vinícola na costa do Chile

Publicado em 05/07/2016

Em 2002, o Vale do Leyda foi reconhecido como uma região vitivinícola chilena. Até a década de 1990, a área localizada na costa do Chile não era explorada para o cultivo da uva e a produção de vinho.

A produção de vinhos começou no Chile logo após a chegada dos colonizadores no século XVI, mas só ganhou força em escala mundial em 1990, com o regresso da democracia no país.

O Chile tem uma particularidade na separação de regiões que foge ao padrão para os outros países ou regiões vinícolas: o país andino é dividido longitudinalmente em cordilheira (ao leste), entre-cordilheiras e costa (a oeste). No caso da Leyda, estamos falando especificamente da região da costa.

Leyda

A vinícola, fundada em 1998, foi pioneira na exploração da vitivinicultura na região, reconhecida somente em 2002, e representou uma grande inovação no cenário de produção do país. Está localizada a sete quilômetros do mar, de forma que sofre influência da Corrente de Humboldt (corrente de ar frio), proporcionando o frescor característico dos vinhos do Leyda.

O clima é costal, com invernos de pluviosidade moderada e verões secos, o que causa o amadurecimento mais lento das uvas e, consequentemente, fazendo com que a colheita seja um pouco mais tarde do que outras regiões. Já o solo, predominantemente pedregoso, conta com diferentes níveis de luminosidade, interferindo, também, na maturação das uvas.

Vinhos do Leyda

Tendo em vista a proximidade ao mar, a diversidade de exposição ao sol dos diferentes vinhedos e o clima costal, os vinhos da Leyda normalmente apresentam aromas minerais e até mesmo salinos, alta acidez, típico de climas frios.

Que tal experimentar os vinhos da Leyda? O Vinho Tinto Leyda Syrah Reserva é uma ótima opção para conheçer o estilo da vinícola, com notas de especiarias.

Vinho Tinto Leyda Syrah Reserva 2015 750 mL

Vinho Tinto Leyda Syrah Reserva 2015 750 mL

Curiosidade

Terreno escavado em vinhedo da Viña Leyda. Esse tipo de estudo é realizado pelos enólogos para definir as variedades cultivadas em cada vinhedo.

Bordeaux, na França, foi vítima da famosa praga filoxera no fim do século XIX. A recuperação da região foi feita em cima do estudo dos solos, testando todas as variedades de uva nos diferentes solos até encontrar as melhores combinações possíveis. A linha Leyda Single Vineyard fica em uma área que foi escavada e estudada com a tecnologia obtida em Bordeaux, de forma que cada uva é cultivada no melhor tipo de solo possível.

 


Por Vivi Colello

Esta matéria fala sobre:

Matérias relacionadas:

11 pontos turísticos para conhecer em Santiago, no Chile

Continue lendo

A história da uva Carménère no Chile

Continue lendo

A Syrah pelo mundo: Vale do Rhône, Austrália, África do Sul, Argentina e Chile

Continue lendo