A vinícola San Marzano e a região da Puglia: conheça o sul da Itália

Publicado em 08/09/2016

A vinícola San Marzano nasceu na região da Puglia, chamada de Apulia em português, no sul da Itália, a partir de um grupo de viticultores que se juntaram para produzir vinhos. Todos os integrantes vieram de famílias que há gerações trabalhavam com vinhedos por lá, mantendo vivas na nova organização as tradições locais.

Desde a fundação de San Marzano, em 1962, outros vinhedos juntaram-se à cooperativa, o que contribuiu para a sua modernização e aquisição das novas tecnologias do mercado. A grande variedade de produtores que fazem parte da San Marzano hoje permite que a vinícola produza vinhos diversos, com personalidades próprias, mas com características regionais bem marcantes.

A San Marzano está localizada dentro da denominação de origem “Primitivo di Manduria”, reconhecida como DOC desde 1974. Para que os vinhos estampem a denominação de origem no rótulo, eles devem ser feitos 100% com a uva Primitivo e precisam ter sido produzidos apenas na província de Taranto ou em municípios específicos dentro da província Brindisi.

san-marzano-italia-terra

Conheça o solo e o terroir da região da Puglia

O solo da Puglia tem um papel fundamental na qualidade dos vinhos de San Marzano: a composição de calcário reflete a luz solar, melhorando a exposição das videiras à luminosidade. Além disso, esse tipo de solo armazena o calor para o período noturno e facilita a penetração das raízes da planta na terra.

Os solos são constituídos por uma camada fina de terre rosse, a terra vermelha, e possuem, geralmente, um substrato de calcário, com afloramentos rochosos esparsos. A famosa tonalidade vermelha desses solos é derivada de uma intensa presença de óxidos de ferro, resultado de milhares de anos de erosão de rochas basálticas, de origem vulcânica.

Quando os imigrantes italianos encontraram este tipo de terra no interior de São Paulo e a chamavam de terra rossa (rossa significa vermelha em italiano), os brasileiros entendiam “terra roxa”. Isso explica porque é comum conhecermos este tipo de solo por aqui por esse nome.

O clima do terroir é o clássico mediterrânico, com verões muito quentes e secos, invernos moderados e grande aplitude térmica, o têm uma influência benéfica sobre a qualidade das uvas. Em termos de pluviosidade, a região é muito seca, mas isso não é um problema, tendo em vista que as castas da Puglia foram muito bem escolhidas e estão completamente adaptadas às condições climáticas locais.

san-marzano-talia

Conheça as castas mais comuns na região da Puglia

As principais variedades de uvas cultivadas na região são a Primitivo, a Negroamaro, a Malvasia Nera, a Nero Di Troia e a Malvasia Bianca.

A Primitivo é uma casta originária da Croácia, mais precisamente da costa da Dalmácia, que foi levada à Itália no século XVIII. Presente também na Califórnia, onde é conhecida como Zinfandel, a Primitivo produz vinhos fáceis de harmonizar, que vão bem com massas, pizzas e carnes vermelhas, ou seja, são ideais para a gastronomia tradicional italiana.

Negroamaro, outra casta importante para a região, está presente no sul da Itália há pelo menos 1.500 anos. É uma variedade famosa por produzir vinhos muito tânicos e com aromas complexos como canela, cravo e outras especiarias.

Nativa do país, a Nero Di Troia é uma das uvas mais resistentes a pragas. Curiosamente, muitas vinícolas estão substituindo esta variedade por Negroamaro ou Primitivo, que são castas mais famosas e, consequentemente, mais comerciais.

san-marzano-uva-italia-vindima

Sabores do sul da Itália: os vinhos da San Marzano

Indicamos dois vinhos da vinícola San Marzano para você degustar o que há de melhor na Puglia:

San Marzano Taló Primitivo Di Manduria

Produzido a 100 metros de altitude, este tinto passa por envelhecimento em barris de carvalho, o que traz ao sabor notas de baunilha e cacau. Os aromas do Primitivo Di Manduria lembram ameixas maduras e cerejas e o vinho termina com final persistente.

vinho-tinto-san-marzano-talo-primitivo-di-manduria-2013-750-ml

Vinho Tinto San Marzano Talò Primitivo Di Manduria 2013

San Marzano Sessant’anni Primitivo Di Manduria

Produzido no coração da denominação de origem Primitivo Di Manduria, o Sessant’anni Primitivo traz aromas complexos de geleia de cereja, tabaco e pimenta. Já em boca, é possível notar notas de cacau, café expresso, figo e alcaçuz.

vinho-tinto-san-marzano-sessantanni-primitivo-di-manduria-2012-750-ml

Vinho Tinto San Marzano Sessant’Anni Primitivo Di Manduria 2013

Por Vivi Colello

Esta matéria fala sobre:

Matérias relacionadas:

Harmonizações de pratos típicos da Puglia, região do sul da Itália

Continue lendo

Itália, a acidez do solo e os melhores tomates!

Continue lendo

Afinal, qual é a diferença entre os rótulos Cinquanta, Senssant’Anni, 62 e F, da San Marzano?, por Massimo Leoncini

Continue lendo