8 restaurantes imperdíveis para você visitar no Taste of São Paulo 2018

Publicado em 13/08/2018

Aproveite os dois finais de semana do maior festival gastronômico do Brasil para provar os pratos icônicos dos principais chefs e restaurantes da cidade.

A terceira edição do Taste of São Paulo reúne os 27 melhores restaurantes da cidade e mais de 70 renomados chefs brasileiros no Clube Hípico de Santo Amaro. Prepare-se para comer com os olhos, ouvidos, mãos, nariz e coração em dois finais de semana imperdíveis!

Um festival repleto de pratos exclusivos, palestras com chefs renomados, aulas práticas e um Empório para você levar a experiência para sua casa. Tudo isso numa atmosfera convidativa ao que a vida tem de melhor.

A Grand Cru estará presente na edição desse ano novamente, ganhando mais espaço dentro do festival. Além de nossa já tradicional loja, estaremos com um lounge perfeito para você relaxar enquanto toma uma taça de vinho. Além disso, somos responsáveis por todos os vinhos que serão servidos em taça no Wine Bar do evento.

E não deixe de participação de nossas degustações gratuitas na Adega Taste!

Os ingressos já podem ser adquiridos através do site www.tudus.com.br/taste .

Perdido entre tantas opções? Confira nossas indicações dos restaurantes imperdíveis da edição desse ano!

1. Adega Santiago

Inspirado nas tabernas e tascas da Península Ibérica, o empresário Ipe Moraes criou a Adega Santiago em 2006. O bar privilegia vinhos da região e a culinária da fronteira entre o Alentejo português e a Estremadura espanhola, zona de intercâmbio de ingredientes e receitas destas duas cozinhas. A Adega Santiago estará presente nos dois final de semana.

2. Arturitu

O restaurante da consagrada chef argentina Paola Carosella comemora 10 anos de existência em 2018. Sua gastronomia é baseada na argentina, mas passeia pelos pratos típicos da América Latina, como ceviches e empanadas, frutos do mar como polvo fresco e vieiras, pratos italianos como neto di seppia com vôngoles e pappardelle com ragu de porco, choripan de linguiça artesanal de porco e ojo de bife assado no forno a lenha.

O Arturitu vai participar apenas no primeiro final de semana do festival Taste of São Paulo.

3. Fasano

Há mais de um século começava a história do Fasano, um dos mais concorridos restaurantes de São Paulo que se tornou um ícone da alta gastronomia italiana do Brasil. Criado em 1982, tem celebrado as tradições da cozinha italiana com reinterpretações criativas e contemporâneas. Localizado no andar térreo do hotel Fasano, incorpora os mais altos padrões da história culinária da cidade. A personalidade inconfundível e excelência duradoura de Rogério Fasano conferem todos os aspectos do restaurante em seu menu.

O Fasano participará dos dois finais de semana do Taste of São Paulo.

4. Le Jazz Brasserie

Inaugurado em dezembro de 2009, o Le Jazz Brasserie é sinônimo de sucesso e filas de espera na Rua dos Pinheiros. Logo em seu primeiro ano, o restaurante foi indicado em três categorias do prêmio Comer & Beber 2010-2011 da revista Veja São Paulo: Francês, Bom e Barato e Chef revelação. O cardápio de cozinha trivial francesa traz desde omeletes e quiches até clássicos como o Steak Tartare e Filet aux Poivre, com destaque para o L’Entrecôte, preparado com molho secreto da casa.

O Le Jazz Brasserie participará dos dois finais de semana do Taste of São Paulo.

5. Maní

Com a filosofia de servir os mais frescos ingredientes, numa experiência que combinasse técnica e memória afetiva; invenção e tradição, o restaurante Maní se tornou um sucesso local e internacional. Entre seus pratos icônicos estão o nhoque de mandioquinha com “dashi” de tucupi; “o ovo” (cozido em baixa temperatura, acompanhado de espuma de pupunha) e a sobremesa “da lama ao caos”, um tour de force de ingredientes improváveis, como compota de berinjela defumada, coalhada de queijo de cabra e gelatina de água de flor de laranjeira, com gradações diversas entre o doce e o salgado.

O Maní vai participar apenas no primeiro final de semana do festival Taste of São Paulo.

6. NB Steak

Reconhecida em São Paulo e no Rio Grande do Sul, a NB Steak, do gaúcho Arri Coser, apresenta um novo conceito de servir churrasco, com um serviço híbrido, que mistura o rodízio tradicional com o sistema à la carte. Em vez do festival de espeto corrido rodando pelo salão, só são apresentadas desta forma a picanha e a fraldinha. Cortes como o bife ancho e de chorizo, o assado de tira e o nb steak circulam apenas em travessas de louça. Enquanto as saladas saem montadas no prato direto da cozinha.

O NB Steak participará dos dois finais de semana do Taste of São Paulo.

7. Sal Gastronomia

Chefiado por Henrique fogaça. O Sal gastronomia conta hoje com duas unidades em São Paulo: Higienópolis e Cidade Jardim. Ir até o Sal é garantia de encontrar um prato com elementos que se complementam tanto nas cores, sabores, cheiros e texturas, e a certeza que tudo foi elaborado sob um padrão, um olhar preciso e muito cuidado. E já que o Chef defende que comida não pode ser considerada artigo de luxo, a experiência é completa e a um preço acessível.

O Maní vai participar apenas no segundo final de semana do festival Taste of São Paulo.

8. Tuju

Localizado no coração da Vila Madalena, o restaurante comandado por Ivan Ralston carrega até no nome o conceito de sua proposta gastronômica. Tuju é o nome de um pássaro presente na Mata Atlântica, comum no Estado de São Paulo e é justamente por isso que ele dá nome ao restaurante de cozinha contemporânea paulistana.

Em 2018, o Tuju conquistou sua segunda estrela Michelin e, com isso, está investindo cada vez mais em pesquisa. Diariamente são feitos no restaurante inúmeros testes com diferentes ingredientes locais e as mais de 200 espécies de PANCs (plantas alimentícias não convencionais) cultivadas no próprio local – toda vegetação do Tuju é comestível.

O Tuju vai participar apenas no segundo final de semana do festival Taste of São Paulo.

 

 

 

Esta matéria fala sobre: